Terça feira, 15 de outubro de 2019 Edição nº 15033 04/08/2018  










TEMERAnterior | Índice | Próxima

Me fortaleço ao deixar minha sala

JOÃO PEDRO PITOMBO
Da Folhapress – Salgueiro (PE)

O presidente Michel Temer (MDB) visitou as obras da transposição do rio São Francisco ontem e acionou as bombas da terceira bombeamento do eixo leste, na cidade de Salgueiro (PE).

Em um ato para cerca de 150 pessoas, com um público restrito a operários e políticos, Temer afirmou que irá percorrer o país nos últimos meses de seu mandato, que se encerra em 31 dezembro.

"Quando saio da minha sala e venho para cá, eu me engrandeço, me fortaleço. A gente vê o que é o Brasil e suas potencialidades", afirmou Temer em um discurso que durou cinco minutos.

Em seu discurso, Temer afirmou que, quando assumiu o governo, as obras da transposição estavam paralisadas e coube a sua gestão retomar os trabalhos no eixo leste e no eixo norte.

"Tive o prazer de acionar as bombas no eixo leste e ver a água chegar na Paraíba. É uma emoção extraordinária acionar aquele botão e ver aquela enxurrada, aquela enchente de água aqui no Nordeste do país", afirmou.

O presidente prometeu a conclusão das obras da transposição até o final deste ano, quando deverá ser finalizado o eixo norte que levará água para o Ceará.

Temer desembarcou às 11h em Salgueiro, onde ficou cerca de 40 minutos. Percorreu trechos dos canais e acionou o novo conjunto de bombas do eixo leste.

O evento, realizado em um ponto isolado dos canteiros de obras da transposição, não mobilizou a população local. Nenhum dos governadores nordestinos compareceu ao evento, incluindo o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB).

Ao encerrar o discurso, Temer posou para fotos com operários, que reclamaram de salários atrasados do contrato com o consórcio Emsa, que abandonou este trecho da obra em abril e teve o contrato rescindido em maio deste ano.

Outra parte dos operários, desmobilizados há cerca de quatro meses, protestava nas margens de uma rodovia federal na entrada de Salgueiro.

Operários protestaram em Salgueiro (PE) durante visita do presidente Michel Temer a obras da transposição do rio São Francisco João Pedro Pitombo/Folhapress Operários protestaram em Salgueiro (PE) durante visita do presidente Michel Temer a obras da transposição do rio São Francisco Ao todo, 1.936 operários que atuaram neste trecho da obra receberam apenas um terço dos salários previstos para a empreitada.

De Salgueiro (PE), Temer seguiu para Parnaíba (PI), onde visitaria as obras do perímetro irrigado Tabuleiros Litorâneos.

A obra foi apontada nas delações da construtora Odebrecht como suposta fonte de propinas para Geddel Vieira Lima e Henrique Eduardo Alves, ambos ex-ministros de Temer.

COOPERAÇÃO

O inquérito que apura se o presidente Michel Temer foi beneficiado para favorecer empresas do setor portuário está sendo turbinado por um colaborador estratégico.

Em 28 de junho, o ministro Luís Roberto Barroso, do STF (Supremo Tribunal Federal), oficializou procedimento autorizando a colaboração voluntária da empresa Pérola S/A. O ministro atendeu a um pedido da PGR (Procuradoria-Geral da República), de 21 daquele mês.

A Pérola SA opera um terminal no Porto de Santos, que tem o Grupo Rodrimar como acionista com 20% do capital.

A petição tramita em sigilo no tribunal e foi apensada ao inquérito aberto em setembro de 2017, que apura se Temer praticou os crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro ao editar um decreto alterando normas portuárias. O presidente nega todas as suspeitas da PF.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




18:27 Juiz manda penhorar R$ 3,2 mi de presidente da Câmara
18:27 Juiz Federal volta a suspender eleição
18:27 Deputados do PSD terão que apoiar Mauro Mendes
18:27 Notas de verbas indenizatórias somem
18:26 Mauro Mendes hoje; Taques e Wellington amanhã


18:02 Romário terá como vice ex-PM de Maricá
18:01 País não aguenta um novo poste de Lula, diz Ciro
18:01 Gleisi ouve Lula sobre vice do PT
18:01 Me fortaleço ao deixar minha sala
18:00 Convenção oficializará candidatura Alckmin
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018