Sexta feira, 16 de novembro de 2018 Edição nº 15015 11/07/2018  










CASA DOS HORRORESAnterior | Índice | Próxima

Clima entre vereadores esquenta na CPI da Saúde

KAMILA ARRUDA
Da Reportagem

Apesar do tempo ameno, o clima entre os parlamentares esquentou durante a manhã desta terça-feira (10) por conta dos trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde, na Câmara Municipal Cuiabá.

Após denúncia de envolvimento de vereadores em influência política e uso da máquina pública para benefício pessoal, houve um desentendimento entre membros do grupo e outros parlamentares, o que fez com que fosse levantada possibilidade de encerrar o processo investigatório.

A briga começou quando alguns parlamentares criticaram o vereador Abílio Junior (PSC) devido a forma como ele teria abordado servidores da Secretaria Municipal de Saúde ao buscar informações na semana passada.

Segundo Marcrean Santos (PRTB), Renivaldo Nascimento (PSDB), Luis Claudio (PP) e Dr. Xavier (PTC), Abílio tem agido com truculência e praticado abuso do poder para intimidar servidores.

Neste sentido, Xavier, que é relator da Comissão, sugeriu o encerramento dos trabalhos por não concordar com a forma que a investigação está sendo conduzida.

“A CPI está tomando direcionamento contrário daquilo que nós imaginávamos, e vamos sim pedir o encerramento dela em função deste direcionamento que tem ocorrido por parte do presidente. Sabemos que tem problemas de gestão, de ingerência política, sabemos também, temos que resolver e não agir com essa truculência, desta forma desrespeitosa”, enfatizou o parlamentar.

Já Marcrean reclamou de estar sendo gravado pelo parlamentar. “Ele faz gravação para intimidar. O senhor é cínico, bipolar, não tem respeito com as pessoas. O senhor entrou nesta casa para prestar serviço à sociedade ou aparecer? Aqui não tem moleque, o senhor está brincando nessa casa, está achando que é dono desta casa, que faz o que quer e como bem entender”, disparou.

O fato revoltou Abílio, que acusou Marecran e Xavier de possuírem cargos junto a pasta. “O senhor Marcrean é suspeito de negligência, e está na lista de possível ingerência. O senhor está na lista e eu posso provar, o nome do senhor está no verso de contratos e currículos. O senhor Xavier, se o senhor vier tentar encerrar essa CPI, o senhor é suspeito e eu peço a sua substituição, pois tem o nome do senhor na lista e no verso de currículos e contratos também. Se o senhor insistir em encerrar a CPI, eu vou buscar judicialmente a substituição do membro por suspeita de negligencia”, disse o vereador.

Diante da confusão, o vereador Luís Claudio (PP) chamou a atenção dos seus colegas de paramentares para o debate de proposituras e ideias. Para ele, este tipo de discussão é que abre brechas para que a Câmara Municipal seja alvo de deboche por parte da imprensa e da população cuiabana.

Vale lembrar que, há cerca de duas semanas o Parlamento Municipal notificou os veículos de comunicação para que não usem mais a expressão “Casa dos Horrores” ao se referir do Legislativo Cuiabano.

A CPI da Saúde foi instaurada no Parlamento Municipal no início do mês passado. Além de Abilio e Xavier, o vereador Ricardo Saad (PSDB) também faz parte do grupo.

Entre os objetos de investigação estão a gestão temerária e possível ingerência política e administrativa da Secretaria Municipal de Saúde, falta de medicamentos e “eventual crise provocada” para viabilizar a realização de contratações emergências, contratação de servidores “fantasmas” e descumprimento da lei nº 4.424/03 e da Lei Complementar nº 430/17, que contemplam servidores da área.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




17:49 Mauro Mendes admite que pode ter que taxar agronegócio
17:49 BOA DISSONANTE
17:48 É decisão na Arena
17:48 Assim é
17:48 II Jornada Mundial dos Pobres


17:48 Direito ao auxílio acidente
17:47 Violência infantil
17:43 Desembargador declara que juíza “agiu politicamente” em ação
17:42 Viana acusa colegas de receberem propina
17:42 Bolsonaro defende medidas amargas
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018