Quarta feira, 12 de dezembro de 2018 Edição nº 15014 10/07/2018  










ARTICULAÇÕESAnterior | Índice | Próxima

DEM, de Mauro Mendes, tenta atrair MDB

MDB, do deputado Carlos Bezerra, começa a conversar com o DEM, apesar de integrar grupo de apoio ao candidato Wellington Fagundes

ARQUIVO
Fábio Garcia, do DEM: “Foi uma conversa muito preliminar, onde apresentamos o que a gente pensa para o estado de Mato Grosso”
KAMILA ARRUDA
Da Reportagem

Buscando fortalecer o arco de alianças em prol da pré-candidatura do ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes ao Governo do Estado, o Democratas (DEM) entrou na disputa pelo apoio do MDB. No último sábado (07), o presidente da legenda em Mato Grosso, deputado estadual Carlos Bezerra, esteve na residência de Mendes para debater o assunto. A reunião foi confirmada pelo deputado federal Fabio Garcia, presidente do DEM no Estado.

Além de ser um partido de forte expressão no Estado, o MDB é o que possui o segundo maior tempo de TV, o que tem atraído o interesse das agremiações com candidatos a cargos majoritários.

“Foi uma conversa muito preliminar, mas houve sim essa reunião, onde apresentamos o que a gente pensa para o estado de Mato Grosso, mas não teve nenhuma definição. Vamos continuar dialogando com todos aqueles que acreditam que a gente possa vir oferecer uma alternativa para Mato Grosso”, disse o parlamentar.

Atualmente, o MDB integra o grupo que apoia a pré-candidatura do senador Wellington Fagundes (PR) ao Governo do Estado. A legenda, inclusive, já conta com uma vaga garantida na majoritária. A tendência é que eles indiquem o vice que irá compor a chapa encabeçada pelo republicano.

Isso pode dificultar as negociações com o DEM, tendo em vista que o provável vice de Mendes é o ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, Otaviano Pivetta (PDT). Já no que tange as duas vagas ao Senado, uma é do ex-senador Jayme Campos (DEM) e a outra está sendo “disputada” pelo deputado federal Adilton Sachetti (PRB) e pelo ex-vice governador Carlos Fávaro (PSD).

Garcia garante que não houve nenhuma conversa neste sentido, mas afirma que a composição das chapas majoritárias será definida em conjunto com todos os partidos que fizeram parte do arco de alianças.

“Não conversamos sobre isso, não houve essa exigência. Então a gente não precisa nem falar sobre isso. Foi uma conversa muita preliminar, e vamos continuar conversando sobre essas questões. Isso faz parte, mas não dá para falar se não houve ainda ao pedido. Se houver o pedido, obviamente a gente vai levar para todo grupo para analisar se tem ou não tem”, explica.

Além do MDB, o DEM também busca garantir o apoio do PP, partido do ministro da Agricultura Blairo Maggi (PP), que também integra o arco de alianças que apoia a pré-candidatura de Fagundes na corrida rumo ao Palácio Paiaguás.

“Conversamos também com o PP e também e apresentamos o nosso projeto. O PP também é um partido que, se acreditar nesse projeto, não temos nenhuma dificuldade de estarmos juntos. Mas não depende somente de nós, também depende da possibilidade e disposição deles de estarmos conosco. O PP se mostrou aberto ao diálogo. Agora, já manifestou que tem um compromisso com o Wellington, então eles disseram que tem esse compromisso e nos respeitamos isso”, pontua Garcia.

No último sábado, entretanto, Mendes recebeu o ministro Blairo Maggi em sua residência. Na oportunidade, Maggi teria reiterado o seu posicionamento de não participar das articulações envolvendo o pleito deste ano.

“O PP vai escolher o caminho dele, não serei eu quem vou determinar qual rumo que ele vai. Isso eu já falei para o Ezequiel, falei para o Neri Gueller. Nós temos vários candidatos a deputado estadual que está trabalhando, que em suas estruturas, e eles quem devem decidir qual o melhor caminho. Eu não quero essa responsabilidade sobre meus ombros”, disse ontem Blairo Maggi, durante encontro com a imprensa no Parque de Exposição Jonas Pinheiro, em Cuiabá.

O DEM pretende lançar oficialmente a pré-candidatura de Mauro Mendes ainda nesta semana.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




18:09 Taques minimiza declarações de Maggi
18:09 Wellington Fagundes é condenado pela Justiça
18:08 Programa injeta €3 mi a assentados
18:08
18:08 Clima entre vereadores esquenta na CPI da Saúde


17:50 França vê brilho de jovens e volta à final
17:50 Pela primeira vez desde 1990, algoz do Brasil não chega à final
17:49 Treinador não vê Croácia como zebra diante da Inglaterra
17:49 Subasic conta como suportou dores
17:49 Após polêmica, croatas esperam apoio dos russos
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018