Quinta feira, 21 de março de 2019 Edição nº 15014 10/07/2018  










ENTERRADA VIVAAnterior | Índice | Próxima

Quadro de clínico de bebê indígena melhora

Da Reportagem

Após um mês, a recém-nascida indígena que sobreviveu ao ficar 7 horas enterrada numa cova rasa continua internada, mas com melhoras significativas em seu quadro clínico. Ainda ontem, estava prevista a sua transferência da unidade de terapia intensiva (UTI) neonatal para uma enfermeira.

A bebê está internada na Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá, onde passou por vários procedimentos cirúrgicos e já respira sem aparelhos. O sistema renal também já passou a funcionar bem, além de uma infecção que foi controlada.

Da etnia Tamayura, a bebê Analu Paluni Kamayra Trumai foi enterrada por volta das 14 horas do dia 5 de junho passado pela bisavó, Kutsamin Kamayurá, 57 anos, que auxiliou no parto da neta, de 15 anos. A avó Topoalu Kamayura, 33, também teria participado do crime, que ocorreu na residência de uma das acusadas.

Depois de cortar o cordão umbilical, a bisavó enrolou a vítima em um pano e a enterrou no quintal, numa cova de aproximadamente 50 centímetros. A bisavó chegou a dizer que enterrou o bebê, e não comunicou os órgãos oficiais, segundo costume de sua etnia.

Porém, conforme o promotor de Justiça, Carlos Rubens de Freitas Oliveira Filho, a família não aceitava a gravidez da adolescente pelo fato dela ser mãe solteira. A criança foi resgatada por policiais militares e civis cerca de 7 horas depois, após o recebimento de uma denúncia anônima.

Após, Analu foi internada no Hospital Regional de Água Boa em estado grave de infecção generalizada e insuficiência respiratória. Diante da gravidade do quadro de saúde, foi encaminhada para a UTI da Santa Casa, na capital.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




17:49 Coronel preso é figura-chave em campanhas de Temer
17:49 Moreira Franco ajudou a pensar em formato de propina
17:49 O que pesa contra o ex-presidente Temer
17:48 Prisão foi para evitar destruição de provas
17:48 PT espera que prisão não seja baseada apenas por especulações


17:48 Ex-presidente é preso pela Lava Jato
17:45 Corinthians garante mando em decisão das quartas
17:45 Gustagol é preservado para as quartas
17:45 Ferrari tenta entender estreia ruim na F-1
17:44 Clubes pagam viagens de conselheiros com atletas
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018