Sábado, 25 de maio de 2019 Edição nº 15005 27/06/2018  










ISLÂNDIA 1z2 CROÁCIAAnterior | Índice | Próxima

Croácia vence Islândia e encara a Dinamarca

Da Folhapress – Moscou

A Croácia venceu a Islândia por 2 a 1, nesta terça-feira (26), na Arena Rostov, para fechar a fase de grupos da Copa do Mundo com 100% de aproveitamento. Os gols croatas, de Badelj e Perisic, confirmaram o primeiro lugar do grupo D e a vaga nas oitavas de final. Sigurdsson descontou.

O adversário da Croácia nas oitavas de final é a Dinamarca, que ficou no segundo lugar do grupo C. O duelo europeu será às 15 horas (de Brasília) deste domingo (1º), em Nijni Novgorod. Os islandeses se despedem com uma campanha histórica, a sua primeira em Copas do Mundo, na qual segurou empate contra a Argentina.

A seleção da Islândia começou recolhida, bem ao seu estilo, mas se soltou aos poucos por precisar do resultado. Chegou a ter 29% de posse de bola até os 15 minutos, mas a partir daí se propôs a atacar. Fez ótimo primeiro tempo, mas sentiu o gol sofrido no início do segundo e a partir daí mostrou cansaço. Seguiu tentando o empate, mas sempre arriscando cedo demais, com uma dose de desespero.

Entrando em campo já classificada e com cinco pendurados, a seleção croata resolveu se poupar. Manteve apenas dois jogadores em relação à última partida (Modric e Perisic). O time mostrou pouco interesse no primeiro tempo, mas mudou de postura no início do segundo e só isso já foi suficiente para abrir o placar.

A partida demorou a esquentar porque a Islândia não quis jogar nos 20 minutos iniciais. Quando percebeu que os reservas croatas não eram tudo isso, ganhou confiança. Aos 27, um arremesso lateral de Gunnarsson sobrevoou a pequena área sem ninguém empurrar a gol. Pouco depois Magnusson cabeceou com perigo.

À medida que o tempo passava, a seleção islandesa parecia muito mais ligada na partida. Aos 39, Finnbognason roubou de Badelj na saída de bola croata, tabelou e bateu rente à trave com muito perigo. A seleção nórdica ainda teve tiveram outras duas jogadas de perigo antes do intervalo, período em que Bjarnason teve um chute bloqueado e, pouco depois, uma batida cruzada de Gunnarsson obrigou Kalinic a fazer defesa importante.

Aos cinco minutos da etapa complementar, quando ninguém esperava um chute, Badelj arriscou uma bomba e acertou o travessão. Dois minutos depois, o mesmo volante entrou na área para aproveitar rebote e fazer o gol. O gol sofrido não desarmou a Islândia, que seguiu em cima da adversária, tentando de todo jeito. O técnico Hallgrimsson trocou um zagueiro por um atacante e mandou a Islândia para cima. Deu certo, aos poucos o time sufocou a Croácia. Após Bjarnason perder chance clara aos 27, Lovren botou a mão na bola minutos depois, e a arbitragem viu pênalti. Gylfi Sigurdsson converteu e deu esperanças à Islândia.

Um dos dois titulares mantidos na equipe, Perisic não chamou muito a atenção durante a partida, mas compensou nos minutos finais. Ele cobrou falta com enorme perigo aos 42 e quase acertou o ângulo, e dois minutos depois escapou livre pela esquerda para fazer bonito gol e dar números finais.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




19:46 BOA DISSONANTE
19:45 Professores aprovam greve a partir de segunda
19:42 Educadores e a reforma da previdência
19:41 Vitória da sensatez
19:41 Um SIM à adoção


19:40 O Traidor concorre à Palma de Ouro com comentário político e retrato da máfia
19:40
19:39 Lucy Alves prepara disco mais autoral, dançante e com rifs eletrônicos
19:38 Jeza da Pedra prepara disco com crônicas musicais do Rio
19:37 Malcom terá noite sinfônica neste sábado
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018