Quarta feira, 19 de setembro de 2018 Edição nº 15000 20/06/2018  










ELEIÇÕES 2018Anterior | Índice | Próxima

Taques volta a atacar Mauro Mendes

A troca de farpas entre Taques e Mauro se intensificou depois que o DEM oficializou que o partido vai construir a candidatura do ex-prefeito

GCOM
Taques ontem no rádio: “estão apostando muito cedo no nosso fracasso”
KAMILA ARRUDA
Da Reportagem

Vislumbrando o pleito eleitoral que ocorre em outubro deste ano, o governador Pedro Taques (PSDB) não tem se abatido no que tange a críticas de seus ex-aliados, em especial do ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes (DEM).

Na manhã de ontem, terça-feira (19), Taques afirmou, na Rádio Vila Real, que o ex-aliado não tem moral para criticar a sua gestão, uma vez que não consegue tocar nem as suas empresas.

Para o chefe do Executivo Estadual, Mendes deve “proporcionalmente mais do que o Estado de Mato Grosso”. As declarações do governador fazem referência ao Grupo Bipar, que pertence a Mendes e que está em processo de recuperação judicial com débitos de cerca de R$ 100 milhões.

“Eu quero dizer não vim aqui para discutir Mauro Mendes. Um cidadão que tem suas empresas, que está quebrado, em recuperação judicial. A pessoa jurídica está quebrada, e a pessoa física está milionária. Que deve proporcionalmente mais do que o Estado de Mato Grosso. Que tem mais de 800 trabalhadores que estão esperando para receber, não tem a mínima legitimidade para criticar a nossa administração”, rebateu Taques.

Os débitos do Grupo Bipar, de propriedade do ex-prefeito, chegam a R$ 102 milhões. Já Mato Grosso registrou dívida pública em 2017 na ordem de R$ 1,18 bilhão.

O governador rebateu as críticas de Mendes com relação a economia. Para o democrata, Taques não poderia utilizar a crise econômica como desculpa para o “fracasso” de sua gestão. O ex-prefeito, inclusive, chegou a dizer que Mato Grosso estava em uma situação “melhor” durante a gestão do ex-governador Silval Barbosa.

“Um ex-prefeito da Capital que fala isso comunga com a roubalheira da administração passada? Comunga, gosta, quer? Você pode falar o que quiser. Agora eu não concordo com o rouba e não faz. Eu não concordo com o rouba e faz”, disse.

A troca de farpas entre Taques e Mauro se intensificou depois que o DEM oficializou que o partido está trabalhando na construção da candidatura do ex-prefeito para o Governo do Estado.

O martelo foi batido após análise de uma pesquisa de intenção de voto encomendada pela Nacional do Democratas. No levantamento, Mendes aparece bem pontuado, e ainda aponta um alto índice de rejeição de Taques.

O governador, entretanto, afirma que essas pesquisas que vem sendo divulgadas pelos veículos de comunicação do Estado não retratam a realidade. O gestor tucano garante que o seu índice de rejeição não está elevado, classificando os levantamentos como “lendas urbanas”.

“Existem algumas lendas urbanas, tipo a da mulher do algodão nas escolas e o minhocão cuiabano. Vi várias pesquisas falando que minha rejeição está 33% e 25%, isso não é rejeição. Agora, também vi uma que fala em 80%, mas não está registrada no TSE”, pontuou.

Taques lembra que diversos políticos mato-grossenses foram eleitos mesmo estando com altos índices de rejeição, e garante que não está preocupado com isso.

“Veja que Murilo Domingos foi reeleito em Várzea Grande com 85% de rejeição, Wilson Santos foi reeleito em Cuiabá com rejeição grande. Então, eleição e garimpo só depois da apuração. Não sou Jesus Cristo para ter unanimidade, ninguém precisa ser aprovado com 10. Você precisa ser aprovado, muitas vezes com cinco ou com 5,1. É possível”, rebateu.

O governador ainda ironiza e afirma que, apesar de seu percentual de rejeição, ele tem pontuado bem, o que está decepcionando muita gente.

“Pesquisa hoje é igual horóscopo, igual querer adivinhar como Mãe Diná. Agora, essas pesquisas, ao que consta, decepcionaram muita gente, estão apostando muito cedo no nosso fracasso”, finalizou.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




18:07 Jayme quer aperfeiçoar o FIES
18:07 TJ suspende condenação e Fabris pode ir à reeleição
18:06 Brasil vence e se garante na 2ª fase
18:06 MPE oferece denúncia contra empresária
18:06 Candidatos fazem promessas na Fecomércio


18:05 Inter confirma recurso de Guerrero
18:05 80% dos gols saem no segundo tempo
18:04 Com elenco enxuto, Aguirre se desdobra com curingas
18:04 Corinthians se prepara para jogo com o Fla
18:03 Três cuiabanos irão treinar na China
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018