Domingo, 23 de fevereiro de 2020 Edição nº 14978 17/05/2018  










OPERAÇÃO MALEBOLGE Anterior | Índice | Próxima

TRF nega pedido para prender deputado Fabris

Da Reportagem

A 2ª Seção do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), em Brasília (DF), negou o pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR), que determinava a volta do deputado Gilmar Fabris (PSD) para a prisão.

A decisão foi dada na tarde de ontem, por quatro votos a um. A única magistrada a votar de forma contrária foi a desembargadora Mônica Sifuentes.

Gilmar Fabris foi preso no ano passado, durante a Operação Malebolge, suspeito de ter tentado atrapalhar a investigação por meio da coultação de documentos.

"Prosseguindo no julgamento, após o voto-vista da Desembargadora Federal Mônica Sifuentes, a Seção, por maioria, vencida a Desembargadora Federeal Mônica Sifuentes, julgou a perda de objeto do agravo regimental da Assembleia Legislativa e negou provimento ao pedido de reencarceramento requerido pelo Ministério Público Federal", diz o trecho final da decisão.

No julgamento, cuja íntegra ainda não foi publicada, a maioria da seção acompanhou o voto do relator, o desembargador Ney Bello, que entendeu não haver requisitos para o reencarceramento do deputado. (KA)



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




16:30 Abilio pode ser o segundo vereador a ser cassado por quebra de decoro
16:30 Jeferson Schneider diminui delação de Silval e critica MP
16:29 BOA DISSONANTE
16:28 Alcolumbre anuncia apoio a Julio Campos
16:27 Campanha da Fraternidade - 2020


16:27 Em defesa de quem cria
16:27 Não é não, especialmente no Carnaval
16:26 Trânsito
16:25
16:25 Um futuro para o trabalho
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018