Quinta feira, 20 de junho de 2019 Edição nº 14978 17/05/2018  










AJUDA HUMANITÁRIAAnterior | Índice | Próxima

Mais 30 venezuelanos em Cuiabá

Da Reportagem

Chegaram a Cuiabá, na última terça-feira (15), 30 venezuelanos que estavam em Boa Vista, Roraima. Eles foram recebidos no Centro da Pastoral para Migrantes e fazem parte da operação de interiorização. A ação é realizada pelo Governo Federal, pela Organização das Nações Unidas (ONU), com o apoio do Governo do Estado por meio da Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas-MT).

No dia 06 de abril deste ano, 69 migrantes foram acolhidos na capital mato-grossense, destes, 22 já estão em postos de trabalho. A interiorização é uma estratégia adotada pelo Governo Federal, com apoio técnico de agências das Nações Unidas (ACNUR e OIM), para proporcionar melhores condições aos migrantes venezuelanos que querem viver e trabalhar no Brasil.

Nosbaldo José Gonzalez, de 37 anos, é advogado, licenciado em direitos humanos e trabalhou em seu país no posto de tenente da polícia militar, por 14 anos. Ele chegou hoje em Cuiabá com a esposa e deixou seis filhos com a sogra na Venezuela. A expectativa dele é trabalhar e poder trazer os filhos.

“A situação na Venezuela está muito forte, principalmente com relação a comida e ao trabalho. Sou muito agradecido ao governo do Brasil e a ONU que tem nos acolhido. Recomendo a todos os venezuelanos que sejam conscientes e não façam mal aos brasileiros. Que trabalhem, ajudem e plantem um grão de areia para demonstrar às nossas famílias que estamos em outro país para plantar o futuro de nossos filhos”, disse.

A Setas-MT acompanha o processo desde seu início por meio da Superintendência da Família e Serviços Socioassistênciais (SFSS), que integra o comitê receptivo de acolhimento. Os migrantes ficam na Pastoral por um período de 45 dias. Esse é uma etapa de adaptação à cidade e também período de inclusão.

AJUDA - Além do apoio do Governo do Estado de Mato Grosso, a Pastoral do Migrante conta com a colaboração da iniciativa privada para manutenção e gestão dos alojados no local.

Na última segunda-feira (14), a empresa de transportes Carvalima foi responsável pela doação de alimentos para a casa. “É a primeira doação para a Pastoral do Migrante. A empresa sempre faz doações para o Hospital dos Idosos e Lar da Criança, por exemplo”, disse Érica Ramos, agente social da empresa.

A arrecadação dos alimentos, entre eles arroz, feijão, macarrão e açúcar, foi feita entre os funcionários da empresa. Segundo a agente, cerca de 600 kg de alimentos foram arrecadados e posteriormente divididos para doação para diversas entidades.

A empresa de transportes também está empregando mão de obra no local. “Estamos contratando três haitianos e quatro venezuelanos. Entre quarta-feira e a próxima segunda-feira, todos começam [a trabalhar]”, afirmou Leydy Anny, psicóloga da Carvalima. Para que esse processo de contratação ocorra, o contratante deve efetuar o cadastro com um representante do Ministério do Trabalho na Pastoral ou procurar o SINE.

O venezuelano Rafael Rojas é um dos beneficiados com uma vaga de emprego. “Estou em Cuiabá há quase um mês. Consegui uma vaga de ajudante de carga. Eles estão nos prometendo oportunidade de crescimento e cursos”, explicou o jovem de 28 anos.

Vindo de Caracas, capital da Venezuela, Rafael chegou a terras brasileiras em 2016. Sua primeira cidade no país foi Boa Vista, em Roraima. As dificuldades em encontrar emprego o motivaram a deixar o local rumo a Cuiabá. Rafael e mais quatro amigos foram de ônibus até Manaus (AM) e de lá até Santarém (PA). Na cidade paraense, compraram bicicletas e pedalaram por duas semanas até à capital mato-grossense.

Atualmente, a Pastoral do Migrante, localizada no bairro Carumbé, conta com 97 migrantes. Na próxima segunda-feira (21) o SINE dará continuidade ao cadastro e a triagem para, através do perfil profissional, encaminhar os migrantes ao mercado de trabalho.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




18:52 Justino vai recorrer da decisão que proíbe reeleição
18:52 MPE entra com nova ação contra Câmara de Cuiabá
18:51 Governador diz que vai analisar decisão do TCE
18:49 Pedro Taques quer ler denúncia do MPE
18:49 Cinco deputados são suspeitos de receberem R$ 186,6 mil


17:46 PT: Lula é oportunidade para`se reencontrar a democracia
17:46
17:45 Alckmin quer facilitar arma no campo
17:45 MDB vai lançar propostas para o país
17:44 Ministro quer priorizar o SUS da Segurança Pública
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018