Quinta feira, 21 de fevereiro de 2019 Edição nº 14978 17/05/2018  










TURISMOAnterior | Índice | Próxima

Maranhão vão além dos Lençóis Maranhenses

Maranhão tem opções de turismo muito além da região do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses

LEANDRO VIEIRA
Da Folhapress - São Paulo

Quando se fala em turismo no Maranhão, a maioria das pessoas logo pensa em Lençóis Maranhenses, região com dunas e rios. O lugar, com certeza, merece uma visita, mas o estado nordestino tem outros atrativos e opções de viagem.

Seus cerca de 330.000 quilômetros quadrados proporcionam uma série de experiências interessantes aos visitantes. A viagem pode começar pela capital, São Luís. A cidade mistura as belezas da arquitetura antiga com os predicados de uma típica cidade litorânea. "Recomendo um passeio no centro histórico. Tem casas e vielas antigas e rústicas, com azulejos portugueses lindos", diz o produtor de vídeo Levy Fioriti, 34 anos, que vive em São Paulo, mas já morou dois anos na cidade.

Ele também dá a dica do Ceprama (Centro de Comercialização de Produtos Artesanais do Maranhão), onde é possível ter contato com a cultura do estado. "Lá, o turista pode encontrar comidas, bebidas e produtos de arte, todos típicos do Maranhão", diz Fioriti.

O Ceprama fica na rua São Pantaleão, 1.332, no centro de São Luís, e abre todos os dias às 9h. De segunda a sexta, fecha às 19h. Aos sábados, o expediente se encerra às 20h e, aos domingos, às 13h.

Quanto às praias, São Luís tem a Praia do Meio, com sua grande faixa de areia batida, que permite caminhadas tranquilas. "O único problema é que o acesso é complicado, já que são poucas as linhas de ônibus que passam perto dela. No mais, gostei da água, que tem uma temperatura sempre gostosa, e dos coqueiros, que, além de sombra, dão muita beleza ao visual", fala o contador João Moreira, 47 anos.

Outras cidades do estado do Maranhão também oferecem bons passeios, incluindo os 13 municípios da região metropolitana de São Luís.

SÃO LUIS - Quem visitar São Luís pode dar uma passada nas cidades próximas. Formada por 13 municípios, a região metropolitana da capital do Maranhão rende ótimos passeios.

A cidade de Alcântara guarda boa parte das construções que ganhou durante a colonização portuguesa. "É fantástico passear pela cidade. Além da arquitetura, toda a estrutura é antiga. É como se fosse uma volta ao passado", conta a bancária Maria Regina Moreira, 52 anos, que esteve duas vezes no Maranhão.

O destaque vai para as construções religiosas, como a Igreja de Nossa Senhora do Carmo, ainda ativa, o antigo campanário da Igreja de Nossa Senhora do Desterro e o que sobrou da Igreja Matriz.

Outra cidade da região, Raposa, destaca-se pela presença da natureza. "É um excelente lugar. Raposa é uma versão em menor escala dos Lençóis Maranhenses, com dunas e rios, tudo bastante rústico", conta o produtor de vídeo Levy Fioriti, 34 anos.

INTERIOR - As viagens às cidades do interior do Maranhão podem render belas experiências gastronômicas ao turista.

A bancária Maria Regina Moreira, 52 anos, esteve uma vez na região dos Lençóis Maranhenses -que inclui cidades do litoral e do interior- e aproveitou para visitar as redondezas. Um dos municípios que conheceu foi Tutóia, distante 463 km da capital, São Luís. "Os restaurantes são pequenos, mas aconchegantes. A comida é caseira, e os pratos são bem servidos. E, em todos eles, é possível conhecer a culinária do estado." Maria lembra que na época, em 2015, um prato para duas pessoas custava cerca de R$ 30.

Além da comida, em sua maioria baseada em frutos do mar, Tutóia aproveita a beira do mar para brindar os seus visitantes com praias bonitas e de banho agradável. Um bom exemplo é a Praia do Amor. Usada como ponto de partida de pescadores, a praia é tranquila, com pouco movimento mesmo nas altas temporadas. A cidade também hospeda rios e lagos de fácil acesso.

Outra cidade litorânea que encanta é Primeira Cruz. Quem andar por ela vai ver a forte presença de plantas e árvores e encontrará praias que praticamente não foram tocadas pelo homem. "É uma cidade bem crua, mas muito agradável. O fato de não ter grande foco turístico faz com que ela seja quieta e ótima para o descanso", explica o aposentado Fernando Costa, 64 anos.

Lá, Costa conheceu a peixada maranhense, em que o peixe é temperado com limão, tomate e cebola, e tem o acompanhamento de batata assada e ovos cozidos. "Vá com fome, porque os restaurantes de lá não economizam nas porções", brinca.

Mesmo na capital, São Luís, é possível encontrar a culinária local com jeito de comida caseira. Um dos destaques é o peixe curvado, que é assado e servido inteiro.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




18:52 MPE entra com nova ação contra Câmara de Cuiabá
18:52 Justino vai recorrer da decisão que proíbe reeleição
18:51 Governador diz que vai analisar decisão do TCE
18:49 Cinco deputados são suspeitos de receberem R$ 186,6 mil
18:49 Pedro Taques quer ler denúncia do MPE


17:46 PT: Lula é oportunidade para`se reencontrar a democracia
17:46
17:45 MDB vai lançar propostas para o país
17:45 Alckmin quer facilitar arma no campo
17:44 Justiça acata denúncia contra nove
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018