Domingo, 20 de outubro de 2019 Edição nº 14973 10/05/2018  










Anterior | Índice | Próxima

Desembargador nega pedido de afastamento de Botelho

Da Reportagem

Apesar de ter tido o seu afastamento negado pelo desembargador José Zuquin Nogueira, o presidente da Assembleia Legislativa Eduardo Botelho (DEM) não irá escapar de prestar esclarecimentos ao Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco). O democrata foi intimado a comparecer a sede do Gaeco amanhã (11), às 10 horas.

Ele é suspeito de participar do esquema criminoso desbaratado por meio da Operação Bereré, que investiga desvio de dinheiro do Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

Botelho garante que não teme ser preso, uma vez que acredita que não há nada concreto que possa prejudica-lo nesta investigação.

“Não tenho receio. Tudo relativo a mim está mais do que limpo e claro. Não fiz nenhuma ação para tentar atrapalhar, não tenho nada que possa ser escondido o meu está tudo declarado, tudo limpo”, enfatizou.

Na denúncia que culminou na prisão de seis pessoas, o Ministério Público Estadual (MPE) chegou a pedir o afastamento de Botelho da presidência da Casa de Leis. O pedido, entretanto, foi negado pelo desembargador José Zuquim.

Na primeira fase, ocorrida em fevereiro deste ano, o parlamentar foi alvo de busca e apreensão. O seu gabinete no Parlamento Estadual, bem como a sua residência foram vasculhadas pelo Gaeco. Na oportunidade, foram apreendidos diversos documentos e equipamentos eletrônicos.

O envolvimento de Botelho no esquema se dá pelo fato de ele ter sido sócio da Santos Treinamento e Capacitação Ltda. entre 2010 a 2013. A empresa, que seria de fachada, foi utilizada para encobrir o pagamento de propina.

Além de negar o afastamento de Botelho, o desembargador também negou a prisão preventiva do ex-deputado federal Pedro Henry. Os argumentos apresentados pelos promotores de justiça não foram acatados por Zuquim. (KA)



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




18:04 Mauro Savi e Paulo Taques são presos
18:04 Desembargador nega pedido de afastamento de Botelho
18:04 MP: foram pagos mais de R$ 30 milhões em propina
18:04 AL não poderá votar sobre prisão de deputado Savi
17:41 Desistência beneficia Marina, segundo Datafolha


17:41 Vereador nega atuação em morte e cita “factoide”
17:41 Dilma se arrepende de assinar lei da delação premiada
17:40 Ministro quer ampliar restrição do foro
17:31 BOA DISSONANTE
17:31 Maggi permanece intocado no Ministério
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018