Domingo, 17 de fevereiro de 2019 Edição nº 14972 09/05/2018  










LEITORAnterior | Índice | Próxima

Lagoa do Parque das Águas livre de esgoto

Na minha opinião o Centro Politico Administrativo deveria ser entendido como um núcleo condominial grande produtor de dejetos e, assim, deveria ser determinado que o mesmo realiza-se a edificação de estação de tratamento de esgoto, assim, como se está determinando para os grandes condomínios, da capital. Acho que o Promotor Gerson Barbosa podia trocar uma ideia com a Promotora Maria Fernanda em Várzea Grande. A Doutora tem um encaminhamento muito acertado quanto as exigências a se fazer aos grandes produtores de dejetos. A solução do Governo de encaminhar os dejetos sem tratamento para a rede da "Águas Cuiabá", me parece ser a solução inadequada, pois, sobrecarrega a rede pública, repassando uma custo que é privado para o público. Ademais, por que teria o Governo uma solução privilegiada, se os condomínios e grandes produtores de dejetos tem o dever de tratar sem dejetos, por o Governo (exemplo para a sociedade) poderia fazer diferente.

CÉSAR AUGUSTO DA SILVA SERRANO, Advogado, Cuiabá/MT

cesaraugusto@serrano.adv.br



Rodrigues Palma assume vaga no senado

Tá no lugar errado! Mal tomou posse (que não deveria) já está dando uma de ‘vidente’. O cúmulo do absurdo. Não vai fazer nada, apenas fazer o seu pezinho de meia e gozar dos benefícios/privilégios(que todos abominam). E preencher o cargo. Mais nada. Fim de papo.

ARMINDO DE FIGUEIREDO FILHO FIGUEIREDO Economista, Brasília/DF

armindo.figueiredo@gmail.com



Maggi alerta que estão querendo taxar o agro

Europa, Austrália e EUA dão dinheiro público ao produtor rural através dos subsídios e outros auxílios, e contam com infra estrutura ótima para produção e escoamento desta. Vamos tributar para aumentar ainda mais as desvantagens que os produtos nacionais já enfrentam com as péssimas condições logísticas e de estrutura que temos.

ALEX SOARES, Cuiabá/MT



Floresta pode virar savana, alerta estudo

Não canso de rir. A vegetação da floresta amazônica É DETERMINADA pelo regime de chuvas. Este por sua vez é influenciado por fatores totalmente alheios a qualquer ação humana. Cansei de ver reportagens extensas (Globo Repórter) na dedada de 80 onde especialistas comprovavam que em vinte anos não restaria nada da Amazônia, ha ha ha. Único objetivo desta aí é atrasar nosso desenvolvimento. Tem que ser muito burro pra dar crédito a isso.

CÁSSIO ORIGINAL, Eng Agronomo, Cuiabá/MT

Cassioriginal@gmail.com



Por que estamos aqui?

"Quanta beleza existe no caminho daquele que pratica o bem..." O artigo do Mestre Padilha foi a melhor coisa que eu li nos últimos tempos. Verdadeira lição de vida a todos nós!

LOURIVAL ALVES VIEIRA, Servidor público federal, Cuiabá/MT



Erudição é

fundamental

Concordo, inicialmente, que a erudição é fundamental, levando em conta o espaço ao qual o discurso será proferido. Porém, não sou aliado da ideia de que em ocasiões tais quais as que o artigo menciona a erudição é a chave da sabedoria, uma vez que, na minha opinião, a instância da linguagem que se ressalta é apenas a de um jargão classista que serve antes de tudo para os anais da exposição midiática das estruturas jurídicas do nosso país. Quanto à brevidade metafórica evocada no soneto do boca do inferno, ela está relacionada à vaidade e não propriamente à vida, que pode melhor ser vivida sem esse aspecto humano, mas que é o que se vê a todo instante nas seções da mais alta corte do país, seja nos discursos dos decanos ou nos do ministro-advogado-apadrinhado, demonstrando, assim, o quanto o teatro jurídico é realmente embasado no gênero Farsa, de caráter puramente caricatural, onde os ministros se jactam vaidosamente quando estão em cena. Já o outro autor do nosso barroco, Padre Vieira, ficaria ruborizado ao ouvir tanta erudição sem valor nos embates jurídicos, pois sacramentou que: 'Não basta que as coisas que se dizem sejam grandes, se quem as diz não é grande. Por isso os ditos que alegamos se chamam autoridade, por que o autor é o que lhe dá o crédito e lhe concilia o respeito".

FLÁVIO BENEDITO DE SOUZA, Funcionário Público, Cuiabá/MT

flaviosouzab@hotmail.com



Floresta pode virar savana, alerta estudo

Não canso de rir. A vegetação da floresta amazônica É DETERMINADA pelo regime de chuvas. Este por sua vez é influenciado por fatores totalmente alheios a qualquer ação humana. Cansei de ver reportagens extensas (Globo Repórter) na dedada de 80 onde especialistas comprovavam que em vinte anos não restaria nada da Amazônia, ha ha ha. Único objetivo desta aí é atrasar nosso desenvolvimento. Tem que ser muito burro pra dar crédito a isso.

CÁSSIO ORIGINAL, Eng Agronomo, Cuiabá/MT

Cassioriginal@gmail.com



Ministro Maggi é denunciado no STF

Apenas para lembrar, Eder Moraes e Silval Barbosa são crias de Maggi. Se faz de inocente, mas jamais se pronunciou sobre os absurdos praticados.

LUCELIA SILVA, Cuiabá/MT

***



Já era tempo! Parabéns justiça.

GRACI OURIVES DE MIRANDA, escritora, Cuiabá/MT

go.miranda@uol.com.br



TAC prevê retirada de concreto

Colocaram a culpa na Águas Cuiabá, antiga CAB ...kkkkk

RAFAEL RODRIGUES, Cuiabá/MT

fnrsco@hotmail.com



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




18:04 MP: foram pagos mais de R$ 30 milhões em propina
18:04 Desembargador nega pedido de afastamento de Botelho
18:04 Mauro Savi e Paulo Taques são presos
18:04 AL não poderá votar sobre prisão de deputado Savi
17:41 Dilma se arrepende de assinar lei da delação premiada


17:41 Vereador nega atuação em morte e cita “factoide”
17:41 Desistência beneficia Marina, segundo Datafolha
17:40 Ministro quer ampliar restrição do foro
17:31 Maggi permanece intocado no Ministério
17:31 BOA DISSONANTE
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018