Terça feira, 23 de abril de 2019 Edição nº 14972 09/05/2018  










COPA 2018Anterior | Índice | Próxima

Neymar deve voltar a jogar só em junho

PSG evita pressão, e Neymar tem retorno programado em amistoso da seleção

ARQUIVO
Neymar ainda tem veto do departamento médico do PSG para voltar a atuar. Um novo exame está marcado para o dia 17
JOÃO HENRIQUE MARQUES
Da Folhapress - São Paulo

A temporada de Neymar no Paris Saint-Germain já é considerada encerrada no clube. O camisa 10 está recuperado de grave lesão no pé direito, mas tem apenas treinamentos físicos programados até o dia 19 de maio. O retorno ao campo deve acontecer somente pela seleção brasileira em amistoso contra a Croácia, no dia 3 de junho, na Inglaterra.

Neymar ainda tem veto do departamento médico do PSG para voltar a atuar. Um novo exame está marcado para o dia 17 de maio, e no clube não há pressão para o retorno. Dirigentes, comissão técnica e jogadores consideram desnecessário que o brasileiro atue nas duas rodadas finais do Campeonato Francês - o time já é campeão, mas ainda tem jogos contra o Rennes, dia 12, e Caen, dia 19 -. Na final da Copa da França, nesta terça-feira, diante do Les Herbies, em Saint-Denis, Neymar estará presente no estádio como torcedor.

Segundo apurou o UOL Esporte, Neymar relata a ansiedade em voltar a jogar dois meses após a cirurgia aos amigos. No entanto, no estafe do camisa 10 o clima é de cautela. O preparador físico, Ricardo Rosa, e o fisioterapeuta, Rafael Martini, responsáveis pelo tratamento do jogador -e também funcionários do PSG -, consideram pequena a chance de atuar pelo clube antes de se apresentar à seleção brasileira.

Neymar tem o tratamento monitorado pelo treinador Tite, e pela CBF, justamente através de Ricardo Rosa, preparador físico da seleção brasileira. A leveza com que o PSG tem tratado a recuperação do jogador agradou.

No tratamento, Neymar ganhou aval do clube para passar os dois primeiros meses de recuperação no Brasil. O acordo foi para que a etapa final do tratamento e os treinamentos com a bola fossem feitos em Paris. As atividades foram iniciadas no final de semana.

Por já estar realizando treinamento na caixa de areia, Neymar deixou a equipe médica animada com a resistência apresentada. A avaliação é de que o jogador ainda precisa aprimorar o condicionamento físico antes de entrar em campo.

"Todos querem ver o Neymar. Não só quem gosta do Brasil, mas quem gosta de futebol. Neymar está bem, a evolução é clara. Ele está muito triste ao mesmo tempo porque ele nos vê treinar e ele ainda não tem esta possibilidade de estar com a gente", contou o capitão do PSG, Thiago Silva.

No PSG, Neymar, além dos treinamentos, tem compromissos publicitários marcados antes da Copa do Mundo. O principal no dia 15 de maio, em um jantar com patrocinadores do clube parisiense.

Já em relação à seleção brasileira, a presença de Neymar em toda a preparação para a Copa do Mundo é considerada certa. A delegação se apresentará na Granja Comary, no dia 21 de maio.

NOVO AMIGO - Neymar incluiu mais uma pessoa em sua lista de amigos no Instagram: Sergio Ramos. E bastou o zagueiro do Real Madrid ser incluído entre as pessoas seguidas pelo atacante do Paris Saint-Germain nas redes sociais para as especulações sobre uma possível transferência para o time merengue voltar com força na imprensa internacional.

Destaque para as publicações nos jornais espanhóis Ás e Sport, que lembraram as investidas do Real Madrid para contratar Neymar e ressaltaram que tal aproximação do atacante com o zagueiro merengue nunca aconteceu nos tempos em que o brasileiro defendia o Barcelona.

"Parece que, cedo ou tarde, Neymar jogará pelo Real Madrid", disse o Sport, jornal sediado em Barcelona. "Não foi um gesto casual. O brasileiro domina com perfeição as redes sociais e sabe o que este tipo de movimento iria causar". Já o Ás, de Madri, afirmou: "Em uma temporada em que é vinculado constantemente ao time branco, surpreende que o atacante do PSG siga o defensor".

Segundo apurou o UOL Esporte em março, o pai de Neymar foi procurado pelo presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, que sondou a possibilidade de transferência. O PSG, porém, considera o jogador inegociável. O atacante tem contrato até 2022, sem possibilidade de rescisão através de pagamento de multa contratual - conforme estabelece a legislação francesa.

De acordo com a imprensa espanhola, o Real pretende intensificar tratativas para uma possível transferência apenas no ano que vem, antes do início da temporada 2019/2020. No entanto, o clube merengue monitora a situação do brasileiro no PSG e, se detectar uma possível insatisfação, poderia fazer uma investida já nos próximos meses. O estafe de Neymar nega a existência de qualquer negociação com o Real Madrid.

Além da ausência de uma multa rescisória, também pesa contra uma possível transferência o clima ruim entre as diretorias de Real Madrid e PSG. O relacionamento entre os dois clubes se deteriorou após confronto entre eles nas oitavas de final da Liga dos Campeões, em que os espanhóis eliminaram os franceses.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




18:04 Mauro Savi e Paulo Taques são presos
18:04 Desembargador nega pedido de afastamento de Botelho
18:04 MP: foram pagos mais de R$ 30 milhões em propina
18:04 AL não poderá votar sobre prisão de deputado Savi
17:41 Desistência beneficia Marina, segundo Datafolha


17:41 Vereador nega atuação em morte e cita “factoide”
17:41 Dilma se arrepende de assinar lei da delação premiada
17:40 Ministro quer ampliar restrição do foro
17:31 BOA DISSONANTE
17:31 Maggi permanece intocado no Ministério
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018