Sábado, 22 de setembro de 2018 Edição nº 14961 20/04/2018  










VISITAAnterior | Índice | Próxima

Lula recebe parentes, mas a Justiça impede apoiadores

KATNA BARAN
Da Folhapress – Curitiba

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) voltou a receber a visita de parentes na manhã de ontem na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde está preso desde o dia 7.

Familiares do petista entraram por volta das 9h25 no prédio da carceragem. Dois homens - um deles Fábio Luís da Silva, conhecido como Lulinha - e duas mulheres, além de uma criança, entraram pelos fundos do prédio, e passaram a pé pela entrada principal da PF, até acessar o prédio.

Esta é a segunda vez que Lula recebe familiares. O dia de visitas para o ex-presidente é diferente do dos demais presos no local, para evitar que para evitar que seus parentes cruzem com familiares de seus delatores Antonio Palocci, Léo Pinheiro e Renato Duque - que podem ter visitas às quartas-feiras.

Ganhador do Nobel da Paz, o argentino Adolfo Peréz esteve no local, mas não foi autorizado a ver Lula. Conforme justificativa de decisão do Juízo da Execução Penal, a visita não ocorreu porque o pedido deve ser apreciado em momento oportuno, inviabilizando a data estipulada por Peréz.

Conforme o Nobel, o encontro com Lula só poderia ocorrer nesta quinta, já que sexta ele embarca de volta para Buenos Aires.

Após reunião com o Superintendente da PF, Mauricio Valeixo, Peréz deixou o prédio da instituição e visitou o acampamento pró-Lula. "Seria uma questão humanitária, de senso de justiça que me deixassem visitar Lula", se limitou a declarar à imprensa.

O teólogo Leonardo Boff também tentou integrar a comitiva de Esquivel, mas não foi autorizado a entrar pelos policiais. Segundo ele, sua intenção era dar assistência religiosa à Lula, o que seria previsto como direito do preso.

"Estão operando um golpe, mas não vão conseguir, porque nenhum líder atrai tantas pessoas, como estamos vendo aqui, quanto Lula", declarou Boff, que esperou do lado de fora.

O advogado Cristiano Zanin comentou as negativas da Justiça sobre as visitas que o ex-presidente Lula receberia ontem. "Os pedidos de visitas negados, principalmente do [Adolfo Peréz] Esquivel [Nobel da Paz], tinham a concordância do ex-presidente, para que ele fosse recebido na condição de amigo. Isso é uma previsão legal. Ao nosso ver, o pedido deveria ter sido deferido. Vamos ver o que aconteceu, qual o fundamento apresentado pela Justiça. Gostaríamos que prevalecesse o que está dispondo na lei, de que é direito do ex-presidente ter contato com seus familiares e amigos", declarou.

Sobre a reação de Lula à negativa, o defensor afirmou apenas que ele aguarda para saber o fundamento da decisão judicial. "Mas é evidentemente que ele gostaria de ter recebido a visita do Esquivel, que é um amigo de longa data", completou. ?

Na terça, senadores que estiveram em Curitiba fizeram uma manobra com objetivo de driblar ordem da Justiça Federal e conseguir visitar o ex-presidente na prisão.

Os manifestantes acampados em torno do prédio do prédio da PF mudaram novamente de lugar.

Segundo os organizadores, o terreno escolhido inicialmente não oferecia infraestrutura e segurança necessárias. Na terça, houve relato de ataques aos manifestantes, inclusive com barras de ferro. Segundo a comunicação do movimento, duas pessoas ficaram feridas.

Segundo militantes, como o local fica próximo a uma via rápida da cidade, muitos carros passavam buzinando e protestando contra o acampamento.

Agora, os manifestantes estão divididos em dois grupos: um em outro terreno próximo à PF e outro no Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil, em Colombo, na região metropolitana de Curitiba.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




19:35 Haddad minimiza fala sobre 2º turno
19:23 Próximo deverá seguir o meu caminho
19:22 Ciro Gomes acha suspeita razoável
19:22 Nunca cogitei volta da CPMF, afirma Bolsonaro
19:21 Algoz do Corinthians, Nico López corneta lateral


19:21 Alckmin apoia carta, mas rejeita união
19:20 Everton Felipe tenta mostrar serviço
19:20 Cuca faz mistério na zaga do Santos
19:20 Jair Ventura resgata esquema tático
19:19 Brasil bate Austrália com facilidade
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018