Domingo, 22 de abril de 2018 Edição nº 14957 14/04/2018  










PENDURICALHOSAnterior | Índice | Próxima

TJ aumenta auxílio saúde e alimentação dos juízes

Da Reportagem

O presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, desembargador Rui Ramos Ribeiro, determinou o aumento de duas verbas recebidas pelos juízes e demais servidores: o auxílio-alimentação e o auxílio-saúde. Os magistrados receberão R$ 1.150,00 para custos com comida e mais R$ 800,00 para gastos com saúde.

A informação consta em um ofício do gabinete de Rui Ramos com data de quinta-feira (12). Os novos valores devem passar a valer a partir de maio. Até 2016, o auxílio-saúde era de até R$ 400,00, tendo dobrado em dois anos. Já o valor pago aos magistrados para gastos com alimentação era de R$ 800 e já havia subido para R$ 1.000,00 antes do aumento desta semana.

“Considerando que o direito à saúde e alimentação são direitos sociais merecedores de maior atenção do Poder Judiciário – MT, determino a majoração do auxílio-alimentação no valor de R$ 1.150,00 e do auxílio-saúde no valor de R$ 800,00, ambos, com efeitos a partir de 01 de maio de 2018”, diz o documento.

Ramos justifica o aumento afirmando que o Plano de Gestão do Biênio 2017/2018, período que o desembargador ocupa a presidência do Tribunal de Justiça, “tem como um dos pilares, as implementações de ações de valorização dos servidores do Poder Judiciário”.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto

· Por essas e outras que falo e reafirmo:   - Moises
· É uma vergonha esta nossas justiça.  - justiça e igualdade
· É vergonhoso verbas de alimentação e saú  - NEVES DE JESUS RODRIGUESc




18:42
18:41 Botelho quer limpar a pauta na próxima semana
18:41 Pedro Taques chama Otaviano Pivetta de preconceituoso
18:41 Emanuel busca harmonia após saída de Niuan do partido
18:40 Juiz condena Wilson Santos a ressarcir o erário


18:40 Cirurgias devolvem visão a milhares
17:42 Cabral vira réu pela 23ª vez
17:42 Dodge falta à cerimônia de Temer
17:41 Ministério Público suíço mantém R$ 2,8 bi confiscados
17:41 MP abre inquérito para investigar Alckmin
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018