Segunda feira, 18 de março de 2019 Edição nº 14957 14/04/2018  










TRÂNSITO/FAIXA EXCLUSIVAAnterior | Índice | Próxima

Câmeras flagram mais de 650 motoristas

11 motoristas de ônibus foram flagrados circulando fora dos corredores exclusivos

ARQUIVO
661 condutores já foram flagrados pelas câmeras de videomonitoramento em Cuiabá
JOANICE DE DEUS
Da Reportagem

Desde o início da aplicação das multas aos motoristas e motociclistas que trafegam irregularmente pelas faixas exclusivas de ônibus, 661 condutores já foram flagrados pelas câmeras de videomonitoramento da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob), em Cuiabá. Os números referem-se ao período de 15 de fevereiro a 12 de abril deste ano.

A autuação dos infratores começou a ser feita na segunda quinzena de fevereiro deste ano, após um período de campanha educativa. Já 11 motoristas de ônibus foram flagrados circulando fora dos corredores exclusivos, conforme dados da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob).

Para o titular da pasta, Antenor Figueiredo, os condutores estão mais conscientes. “Todos estão respeitando mais as faixas exclusivas, inclusive, as empresas já nos comunicaram que reduziram as viagens e acabaram as intervenções e paradas”, comentou. Os dados da Semob mostram, que no mesmo período de 2017, mais de 5,6 mil notificações orientativas foram enviadas através da Central de Monitoramento aos condutores que cometeram a infração. Porém, os alertas foram de cunho educativo, sem qualquer cobrança de multa vinculada.

Na capital, os ônibus, por terem a faixa exclusiva passaram a ser penalizados, conforme a determinação do prefeito Emanuel Pinheiro, mediante o decreto de nº 6.504, publicado no Diário Oficial de Contas. Quando em movimento, o uso das demais faixas é terminantemente proibido para os coletivos, com exceção de situações emergenciais. Pela norma, deixar o espaço destinado para os ônibus só é permitido quando for necessária a ultrapassagem, nos casos de embarque e desembarque de outro veículo.

Segundo a normatização estabelecida no Código de Trânsito (CTB), podem andar nas faixas exclusivas, os ônibus, táxis, ambulâncias e vans escolares. O acesso dos demais veículos na faixa exclusiva só é permitido para aqueles que forem virar à direita e deve ser feito ao final da linha contínua, onde começa a linha tracejada ou sinalizando que vai entrar na próxima quadra. O acesso também é permitido para entrar em residências ou estacionamentos.

O motorista que for pego transitando no local proibido, o que é classificado como infração gravíssima, receberá 7 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e multa de R$ 293,00. Já para os ônibus, a infração em questão correspondente à categoria média, e segundo o CTB, resulta em uma multa de R$ 130,16, e quatro pontos na carteira de motorista.

Cuiabá conta com faixas exclusivas nas avenidas Getúlio Vargas, Tenente Coronel Duarte (Prainha) e avenida Historiador Rubens de Mendonça (CPA). As vias possuem sinalização horizontal e também vertical, com placas indicando que a faixa é exclusiva para ônibus, de segunda a sexta-feira, das 6 horas às 20h, e aos sábados, das 7h às 14 horas.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




20:02 BOA DISSONANTE
20:01 Governo mantém identidade visual e vai economizar mais de R$ 68 milhões
19:59 O novo e o velho na política
19:58 Aeroportos, ferrovias e senadores
19:58 Cuiabá rumo aos 300 anos


19:56 Feminismo
19:55 Alerta na Lava-Jato
17:32 Silval Barbosa pede para deixar prisão domiciliar
17:32 Juiza afirma que depoimento de Permínio não acrescentou nada
17:31 TCE rejeita denúncia do MP contra Maluf
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018