Quarta feira, 12 de dezembro de 2018 Edição nº 14957 14/04/2018  










SERVIÇOSAnterior | Índice | Próxima

Estado registra melhor índice do ano no país

Da Reportagem

Mato Grosso foi o estado brasileiro que registrou o melhor acumulado do ano no volume de serviços do país. Entre janeiro e fevereiro a expansão soma 2,9%. O dado faz da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada ontem pelo IBGE. No acumulado do ano, frente a igual período do ano anterior, 23 das 27 unidades da federação mostraram taxas negativas.

Os recuos de maior magnitude ocorreram no Rio Grande do Norte (-11,5%), Piauí (-10,7%), Ceará (-9,4%), Tocantins (-8,9%), Distrito Federal (-8,8%) e Pará (-8,1%).

Regionalmente, 15 dos 27 estados tiveram avanço no volume dos serviços em fevereiro, em relação a janeiro, sendo de 0,70% em Mato Grosso. São Paulo, que representa cerca de 43% de todo o volume de serviços gerado no Brasil, mostrou variação nula (0,0%) em fevereiro de 2018, contribuindo para que o índice nacional também ficasse próximo à estabilidade. Os destaques positivos nesse mês foram: Paraná (2%), Rio de Janeiro (0,5%), Santa Catarina (0,5%), Pará (1,4%) e Mato Grosso do Sul (1,5%). Já as principais influências negativas vieram da Bahia (-9%), Ceará (-16,8%), Rio Grande do Sul (-2,2%) e Minas Gerais (-0,8%).

Em relação a fevereiro de 2017, a queda do volume de serviços no Brasil (-2,2%) foi acompanhada por 22 das 27 unidades da federação. Os recuos mais importantes foram: Rio de Janeiro (-2,6%), São Paulo (-0,7%), Bahia (-8,6%), Minas Gerais (-3,5%), Distrito Federal (-8,6%) e Ceará (-12,7%). Por outro lado, a expansão mais relevante para a formação do índice nacional veio do Paraná (2,7%). Mato Grosso registrou nesse período alta de 0,50%

MÉDIA - Em fevereiro de 2018, o volume de serviços no Brasil assinalou variação positiva de 0,1% frente a janeiro, na série com ajuste sazonal. Em relação a fevereiro de 2017, o volume de serviços caiu (-2,2%). Com isso, o volume de serviços acumulou queda de 1,8% no ano. O acumulado nos últimos doze meses também ficou negativo (-2,4%) em fevereiro de 2018. (MP)



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




18:28 Senado aprova liberação do FEX, MT é o maior beneficiário
18:26 Mauro entrega reforma administrativa e mudanças no Fethab
18:26 TCE manda Silval, Edmilson e Marcel devolverem R$ 17 milhões
18:25 Mendes quer Gallo na Fazenda
18:25 Mauro admite escalonar salário em janeiro


18:05 Gustavo Gómez compara Palmeiras com as equipes do futebol europeu
18:05 Grêmio se acerta com Thiago Neves
18:04 Tricolor tenta um acerto com Caicedo
18:04 Dunga é sondado para comandar o Peixe
18:03 Receita cobra R$ 69 milhões de Neymar
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018