Quarta feira, 24 de abril de 2019 Edição nº 14945 28/03/2018  










Anterior | Índice | Próxima



Mel e fel

Discurso de fidelidade política a Wellington Fagundes (PR) é azedo contra o Governo Taques (PSDB). Esse foi o tom da fala do prefeito Alexandre Russi, de São Pedro da Cipa, no encontro do PR, na segunda-feira, em Cuiabá.



Quem?

Por se tratar de momento político, a fala de Alexandre não chamaria a atenção, se um de seus irmãos não fosse o deputado estadual e chefe da Casa Civil, Max Russi (PSDB), que é um dos articuladores de Taques.



Sinuca

Alexandre Russi, prefeito reeleito com 83,64% dos votos, é apontado como uma das renovações da política mato-grossense. Seu distanciamento de Max mostra o quanto é difícil compor aliança política.



Azedou

Dilmar Dal’Bosco está em pé de guerra com o DEM por ter perdido a presidência para Fábio Garcia. Líder do partido, Jaime Campos tenta contemporizar o fato de Dilmar ser nomeado tesoureiro.



Assim, ó!

Dilmar é ligado ao tucano Nilson Leitão, ambos de Sinop. Segundo uma fonte daquela cidade, sua presença na presidência facilitaria a coligação do DEM com o PSDB. Jaime tenta apagar a chama desse incêndio.



Pose

O deputado federal Adilton Sachetti posou para fotógrafos e cinegrafistas, ontem, em Brasília, ao lado de Flávio Rocha, dono da rede de lojas Riachuelo. O empresário acertou sua filiação ao PRB para disputar a Presidência da República.



Lá e cá

No fim de semana passado, Sachetti, que trocou o PPS pelo PRB, posou ao lado de neodemocratas, em Cuiabá, e jurou fidelidade ao DEM. Detalhe: o nome do partido à Presidência da República é de Rodrigo Maia (DEM-RJ).



Cofre

O dono da Riachuelo definiu seu projeto em conversa com o dono do PRB, o pastor da Igreja Universal, Marcos Pereira. Com um patrimônio avaliado em R$ 1,3 bilhão, o empresário estaria disposto a bancar a própria campanha. E de alguns aliados...



Palanque

Há quem garanta que o prefeito Emanuel Pinheiro não vai economizar esforços para fazer do vice-prefeito, Niuan Ribeiro (PTB), um dos 25 deputados estaduais em Mato Grosso.

Horrores

Com uma eventual eleição de Ribeiro e a vacância do cargo de vice, o substituto imediato de Emanuel passa a ser o presidente da Câmara, Justino Malheiros (PV). O Alencastro corre o risco de virar um Palácio dos Horrores?

.........

Energisa

Neste ano, o Procon Estadual multou a Energisa em mais de R$ 4,7 milhões. As multas, que variam de R$ 10 mil e R$ 3 milhões, se referem a 33 reclamações registradas no órgão de defesa do consumidor contra a concessionária, por descumprimento à legislação consumerista, e que não foram resolvidas em audiência de conciliação, bem como à lavratura de um Auto de Infração.

.............

Fechado

Dono do MDB em Mato Grosso, o deputado federal Carlos Bezerra vai colocar a estrutura da legenda à disposição do senador Wellington Fagundes (PR), pré-candidato a governador por um bloco de oposição.

Ficha

Em comum, além da atuação no Congresso, CB e WF têm o fato de estarem encrencados na “delação monstruosa” de Silval Barbosa. O ex-governador garante que os dois políticos receberam dinheiro desviado de obras de infraestrutura, em sua gestão, de 2010 a 2014.

Dia D

Principal líder do DEM, Jaime Campos sugere cautela aos aliados na busca de apoios para formatar um projeto político-eleitoral. JC lembra que o desenho eleitoral para a disputa começa a ser definido após 7 de abril.



Sem pressa

A partir dessa data, Jaime deve iniciar um giro pelo interior de Mato Grosso, na tentativa de amarrar apoios. O ex-governador, aparentemente, está em cima do muro: não sabe se disputa o Governo ou uma vaga no Senado.



Prazo 1

Os gestores que querem disputar eleições deste ano devem deixar o cargo e se filiar a um partido até 7 de abril, exatamente seis meses antes da eleição.



Prazo 2

A regra vale para secretários de Estado, presidentes de órgãos e empresas públicas, prefeitos, governadores, ministros, entre outros. A exceção é para aqueles que querem disputar a reeleição e continuar no mesmo cargo.



Grana

Os prefeitos de Cuiabá e Várzea Grande, Emanuel Pinheiro (MDB) e Lucimar Campos (DEM), adiantaram para hoje o pagamento do funcionalismo público das duas cidades.

Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




19:13 Victório Galli diz que Selma Arruda vai para o PSL
19:11 Após reunir com Jayme, Dilmar Dal Bosco continua no DEM
19:10 TJ nega pedido para suspender ação de grampos ilegais
19:09 MP investiga ‘fantasmas’ na Câmara
19:09 Após nova reunião, deputados decidem continuar no partido


18:32 BOA DISSONANTE
18:31 Pasta verde
18:31 É agora Lava Jato!
18:30 Virgílio Corrêa – 130 anos
18:30 Erudição é fundamental
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018