Domingo, 15 de setembro de 2019 Edição nº 14945 28/03/2018  










FLAGRANTEAnterior | Índice | Próxima

Quatro são presos por seqüestro

Da Redação

A Polícia Judiciária Civil prendeu em flagrante quatro pessoas acusadas de sequestro, cárcere privado qualificado e tortura. A vítima, M.V.C, de 50 anos foi internado a força em um centro de recuperação para dependentes químicos de Cuiabá. A prisão dos suspeitos ocorreu ontem.

Segundo informações da Polícia Civil, o homem foi resgatado por policiais da 1ª Delegacia de Polícia, de Várzea Grande. A vítima ficou internada por cerca de 25 dias, sem o consentimento da filha e da advogada constituída por ele.

Informações preliminares apontam que no começo do mês a vítima foi sequestrada, em Chapada dos Guimarães, por homens que teriam se identificado como policiais e levada à clínica. O homem teria sido internado sem seu consentimento, pois não tem nenhum tipo de dependência química ou outro tipo de doença, que necessite de internação para o tratamento.

“Eu acredito que se não tivéssemos feito essa intervenção agora, essa vítima, possivelmente, seria morta. A família o procurou na clínica, ora falavam que ele estava internado ora que tinha saído. A vítima estava incomunicável, não recebia ligação e também não fazia. Ficava lá sem que ninguém soubesse o paradeiro dele, a não ser a irmã”, disse o delegado Bruno Lima Barcellos.

O delegado confirma que a irmã da vítima teria assinado a documentação para internação de M.V.C. Além disso os proprietários da clínica, supostamente, o estavam forçando a assinar uma autorização de pleno acesso a uma conta judicial administrada pela vítima e outros bens. “Foi a irmã que assinou o contrato de internação e autorização para internação contra a vontade dele (vítima) e da família (filha) e a advogada dele”, completou Barcellos.

A Polícia Civil confirma que a filha já tinha feito boletim de ocorrência comunicando o desaparecimento do pai, mas a Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP) entendeu que não era caso de desaparecimento e repassou a 1ª Delegacia de Polícia, em Várzea Grande. A irmã da vítima deve dar explicações na Delegacia. Os nomes dos presos não foram informados, por ainda estar em andamento o trabalho de investigação.

Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




19:13 Victório Galli diz que Selma Arruda vai para o PSL
19:11 Após reunir com Jayme, Dilmar Dal Bosco continua no DEM
19:10 TJ nega pedido para suspender ação de grampos ilegais
19:09 MP investiga ‘fantasmas’ na Câmara
19:09 Após nova reunião, deputados decidem continuar no partido


18:32 BOA DISSONANTE
18:31 Pasta verde
18:31 É agora Lava Jato!
18:30 Virgílio Corrêa – 130 anos
18:30 Erudição é fundamental
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018