Sexta feira, 18 de outubro de 2019 Edição nº 14945 28/03/2018  










FATO NOVOAnterior | Índice | Próxima

Juíza Selma Arruda esta oficialmente aposentada

Da Reportagem

Desde ontem, dia 27, a juíza Selma Rosane Santos Arruda está oficialmente aposentada. O ato foi assinado nesta terça-feira pelo presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ), desembargador Rui Ramos. Com a aposentadoria, a magistrada está liberada para se filiar a um partido e se candidatar a um cargo público nas eleições deste ano, já que o prazo final imposto pela legislação eleitoral é 7 de abril.

"No uso de suas atribuições que lhe são conferidas resolve aposentar, ad referendum do Tribunal Pleno, a Exma. Sra. Dra. Selma Rosane Santos Arruda, mat. 6321, Juíza de Direito da Sétima Vara Criminal da Comarca de Cuiabá´- Entrância Especial, com proventos integrais, a partir desta data", diz o ato, assinado pelo presidente do TJ.

Selma Arruda afirmou à imprensa que tem sido procurada por partidos e que ainda está estudando para onde ir. Ela apontou que só tomara uma decisão na próxima semana.

Entre as exigências feitas por ela para se filiar a alguma legenda, é a de que não quer ser colega de sigla de ninguém envolvido em escândalos, delações ou réus por corrupção.

Ela reforçou que, caso opte por disputar a eleição, terá o combate a corrupção como o "norte" de sua campanha e atuação política em caso de vitória. “Talvez eu vá para um cargo político, por que eu tenho uma vontade de provar para as pessoas que é possível chegar lá de maneira limpa, sem Caixa 2, sem negociatas, sem ficar devendo favores ou fazer leis para beneficiar categorias. Podem me chamar de ingênua. Se eu chegar bem, se não, fico em casa”, completou.

A magistrada afirmou que deixa a magistratura com boa parte dos processos relacionados a corrupção já sentenciados, ou próximos da sentença. “Eu tinha uma meta de sentenciar estes processos até o fim do ano passado. A ideia mesmo era no meio do ano passado, mas a coisa vai postergando, postergando, e aí veio delação. Infelizmente não tenho como esperar todo o serviço da vara para aposentar”, lamentou.

Entre os processos já sentenciados, estão os relativos a Operação Sodoma, onde condenou o ex-governador Silval Barbosa, os ex-secretários Pedro Nadaf (Casa Civil) e Marcel de Cursi (Fazenda), além do ex-chefe de gabinete de Silval, Silvio Cezar Correa. Ela também condenou o empresário Allan Malouf, na Operação Rêmora.

“Um pouco vou ter que deixar para trás, mas a Sodoma I, por exemplo, que era o grande núcleo, eu já sentenciei. A Rêmora sentenciei Allan Malouf. As outras coisas estão encaminhadas, como o processo do João Emanuel, que havia bastante, também alguns do Riva, na Imperador. O colega que me substituir ficará menos sobrecarregado”, afirmou.

Sobre o legado que deixa após sair da magistratura, Selma Rosane aponta que o brasileiro precisa mudar sua forma de pensar e agir.

Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto

· Não entra em partido que tem investigado  - Wilson




19:13 Victório Galli diz que Selma Arruda vai para o PSL
19:11 Após reunir com Jayme, Dilmar Dal Bosco continua no DEM
19:10 TJ nega pedido para suspender ação de grampos ilegais
19:09 MP investiga ‘fantasmas’ na Câmara
19:09 Após nova reunião, deputados decidem continuar no partido


18:32 BOA DISSONANTE
18:31 Pasta verde
18:31 É agora Lava Jato!
18:30 Virgílio Corrêa – 130 anos
18:30 Erudição é fundamental
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018