Sábado, 23 de fevereiro de 2019 Edição nº 14943 24/03/2018  










CORINTHIANSAnterior | Índice | Próxima

Mateus Vital confirmado como titular

ALEX SABINO
Da Folhapress – São Paulo

Elogiado por Fábio Carille, Mateus Vital vai continuar na equipe titular do Corinthians na primeira partida da semifinal do Campeonato Paulista, contra o São Paulo. O jogo está marcado para domingo, às 16 horas, no Morumbi.

O jogador de 19 anos permanecerá no lugar de Romero. Primeiro por causa da atuação na vitória por 2 a 0 diante do Bragantino, nesta quinta (22). Mas também porque o paraguaio viajou na sexta para se apresentar à sua seleção que realiza amistoso contra os Estados Unidos na próxima terça.

"Vital terá uma sequência agora porque o Romero estará fora dos dois jogos da semifinal. Ele está há dois ou três meses no clube e já entendeu o que é o Corinthians. Quando surgiu o nome dele [para contratação] não tive dúvida de pedi-lo. Me deixa muito feliz esse comprometimento porque o Corinthians é diferente", disse o treinador.

Na visão de Carille, Vital oferece variações táticas que antes ele não tinha no elenco. Pode jogar como meia nos dois lados do campo e em três posições diferentes do ataque.

"Quis ser mais agressivo pelos lados [com Mateus Vital em campo]. Romero compõe mais taticamente. O Mateus tem o um contra um forte", completa, falando nas jogadas individuais que o garoto contratado no início do ano é capaz.

Se Romero provavelmente ficaria no banco mesmo que pudesse jogar, o mesmo não pode ser dito de Balbuena. O zagueiro também foi convocado pela seleção paraguaia e não enfrentará o São Paulo. Ele deverá ser substituído por Pedro Henrique.

Carille disse que algumas mudanças que fez para enfrentar o Bragantino tiveram como objetivo anular a jogada mais forte do adversário: a bola aérea. Por isso as entradas de Ralf e Junior Dutra.

"Conheço o Ralf desde o Barueri, quando trabalhamos juntos em 2008. Gabriel [que era escolhido para ser primeiro volante] é perna rápido, encurta [as distâncias] mais rapidamente. Ralf tem mais imposição, essa força por cima era o que a gente precisava. Estou muito feliz com o que o Gabriel tem feito, mas este era um jogo para o Ralf", finalizou o treinador.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




19:02 Mais cinco deputado são investigados
19:02 PTB se reúne hoje de olho em engrossar oposição
19:02 Pedro Taques é empossado presidente
19:01 Apoio a Wellington ameaça esquerda
18:59 BOA DISSONANTE


18:58 Ex-líder do governo, critica criação de fundo de estabilização
18:57 O ministro da saúde e o placebo
18:56 O impacto das fake news nas eleições
18:56 A dimensão de Jesus
18:55 De isonomia
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018