Segunda feira, 18 de junho de 2018 Edição nº 14934 13/03/2018  










COMANDO VERMELHOAnterior | Índice | Próxima

Integrantes de facção criminosa ameaçam alunos

Vídeo, nas redes sociais, mostra supostos membros da organização criminosa “ditando regras” em uma escola de Cuiabá


O vídeo teria sido gravado na semana passada no Ceja Prof. Almira de Amorim Silva, no CPA 3
ALINE ALMEIDA
Da Reportagem

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra supostos membros da organização criminosa Comando Vermelho (CV) “ditando regras” em uma escola de Cuiabá. No vídeo os bandidos afirmam que não aceitam nem o uso e nem a comercialização de drogas na unidade de ensino. Informações preliminares apontam que supostamente o vídeo teria sido gravado na semana passada no Centro de Educação de Jovens e Adultos (Ceja) Prof. Almira de Amorim Silva, no CPA 3.

Nas imagens vários jovens, aparentemente menores de idade, estão ajoelhados e com as duas mãos para trás na quadra de esporte. Os menores estariam fazendo uso de entorpecentes na unidade. Os estudantes foram ameaçados e alguns foram agredidos. “É melhor nós vim aqui do que os Homens, e levar vocês algemados pra casa. Na segunda vez que nós pegar vocês fumando maconha aqui, nós vamos quebrar vocês tudo no pau. Se tiver irmão envolvido, vai arrumar uma disciplina grande também, porque hoje em dia, a polícia não resolve mais nada, quem resolve aqui é o Comando”, disse um dos bandidos.

Os criminosos alertam que caso a situação se repita os estudantes estarão inclusive sujeitos ao “Salve” que vai desde uma surra até a morte. “Se eu passar de carro e ver, já vou chegar atirando. Nós vamos vir aqui agora todo dia, cedo, de tarde e de noite, o guardinha falou pra vocês pararem de fumar e vocês continuaram. E não adianta ameaçar o guardinha não, porque se a gente voltar aqui de novo, vai ser daquele jeito”.

Um dos membros da facção ressalta que primeiro estão indo só dar o aviso. Ele diz que essa "visão", sobre a proibição do uso de drogas nas escolas, já tinha sido avisado anteriormente, e que após a ida deles na escola, essa situação não iria se repetir.

“Aqui estuda criança especial. Tô mentindo? Filho de preso. O guardinha foi falar para vocês pararem de fumar maconha, vocês falaram que tem biqueira cadastrada, que p...* é essa? Quem que tem biqueira cadastrada? Eu vou chamar o guardinha ali, ele vai provar, e não adianta ir lá ameaçar o guardinha depois, não, que nós vai voltar e vai ser daquele outro jeitão. Entendeu? Só uma visão que nós passa”, completou.

Em nota a Secretaria de Educação, Esporte e Lazer (Seduc) informou que na manhã de ontem uma equipe da Secretaria se reuniu com a gestão da escola e com investigadores da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) da Polícia Judiciária Civil – que atendeu a uma denúncia de notícia-crime. Foi registrado um boletim de ocorrência e iniciado as investigações sobre o caso, a fim de identificar os envolvidos e se os jovens que aparecem na gravação são, realmente, alunos da instituição.

“A Secretaria ressalta que cabe às autoridades policiais a investigação e esclarecimento dos fatos. Para tanto, fornecerá todas as informações e apoio necessário para elucidação dos mesmos”, destaca a pasta.

A Seduc afirma ainda que tem desenvolvido atividades integradas para reduzir a evasão escolar, combater a indisciplina, a infrenquência e a infração no ambiente escolar. Uma destas ações é o projeto Anjos da Escola. “A Seduc reafirma seu compromisso com a qualidade do ensino e segurança dos cerca de 400 mil estudantes da rede estadual, das suas 763 unidades escolares, e esclarece que, assim como a gestão do Ceja Almira, não compactua com atos de violência e constrangimento como os registrados” confirma nota.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




19:31 PF quer 144 novos inquéritos em MT
19:31 Selma Arruda terá segurança privada
19:31 José Celso Dorileo vai para Controladoria Geral do Estado
19:30 BOA DISSONANTE
19:30 Emanuel Pinheiro diz que foi ‘armadilha’


19:29 A Copa política e o patriotismo
19:29 Zuquim mantém Savi preso
19:28 De volta ao G4
19:28 Mercado, Estado e 2018
19:28 O fim do foro privilegiado
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018