Terça feira, 15 de outubro de 2019 Edição nº 14930 07/03/2018  










CHIKUNGUNYAAnterior | Índice | Próxima

Metade dos casos do país no Estado

Mato Grosso concentra cerca de 50% dos casos de chikungunya no país, segundo o Ministério da Saúde

ARQUIVO
A doença é transmitida pelo mosquito aedes aegypti: 3.502 notificações em Mato Grosso
ALINE ALMEIDA
Da Reportagem

Boletim divulgado pelo Ministério da Saúde aponta que Mato Grosso detém quase metade dos casos de febre chikungunya registrados no país. No Brasil, ao todo foram notificados 7.406 casos, já em Mato Grosso - o Estado com mais registros - são 3.502 notificações, com incidência de 104,7 a cada 100 mil. O Estado registrou pouco mais de 47% do total no país. Os dados são referentes até a Semana Epidemiológica 7.

Nas notificações do mesmo período do ano passado, Mato Grosso registrou 452 notificações com incidência de 13,5 a cada 100 mil. Comparando os dois períodos, o aumento de notificações foi de 674%. Além de Mato Grosso aparecem com mais casos Minas Gerais com 978 notificações e Pará com 499.

Dos casos registrados no Estado, a situação segue alarmante para o município de Várzea Grande que fica com 88% dos casos de chikungunya no Estado. A cidade tem 3.160 registros, a incidência é de 1.143,7 / 100 mil. Nos municípios com menos de 100 mil habitantes a maior incidência de casos é em Nossa Senhora do Livramento com 424,5/ 100 mil, ao todo foram 67 notificações. Várzea Grande é campeã entre os municípios com população de 100 mil a 499 mil habitantes. Já em municípios de 500 mil a 999 mil habitantes aparece Cuiabá com incidência de 31,5 e 205 notificações. Em todo o país estão sendo investigadas sete mortes pela doença.

Os dados do Ministério da Saúde trazem também os registros de dengue. Em Mato Grosso foram 1.436 casos notificados de dengue, uma incidência de 42,9 a cada 100 mil habitantes. No Brasil são 32.161 notificações, com incidência de 15,5 casos a cada 100 mil. A análise da taxa de incidência de casos prováveis de dengue evidencia que as regiões Centro-Oeste e Norte apresentam as maiores taxas de incidência: 65,9 casos/100 mil e 16,6 casos/100 mil,respectivamente. Entre as Unidades da Federação, destacam-se Acre (122,3 casos/100 mil hab.), Goiás (120,4 casos/100 mil hab.) e Mato Grosso (42,9 casos/100 mil hab.).

Entre os municípios com as maiores incidências de casos prováveis de dengue estão Várzea Grande com 244,1 a cada 100 mil e total de 675 casos. Cuiabá tem incidência de 36,6/ 100 mil e um total de 219 casos. No Estado tem um caso confirmado com sinais grave de dengue. No Brasil 1325 casos com sinais grave e oito graves, uma morte foi confirmada.

Em relação ao zika vírus, em Mato Grosso são 92 notificações com incidência de 2,8 casos/ 100 mil. No Brasil são 705 notificações e incidência de 0,3 casos a cada 100 mil. Destes, 117 (16,6%) foram confirmados. A análise da taxa de incidência de casos prováveis de Zika (número de casos/100 mil hab.), segundo regiões geográficas, demonstra que as regiões Centro-Oeste e Norte apresentam as maiores taxas de incidência: 1,2 caso/100 mil e 0,7 caso/100 mil, respectivamente. Entre os Estados, destacam-se Tocantins (4,0 casos/100 mil hab.), Mato Grosso (2,8 casos/100 mil hab.), Rio Grande do Norte (1,7 caso/100mil hab) e Alagoas (1,5 caso/100 mil hab) .



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




18:22 Governo ainda sem dinheiro para pagar parcela da dívida
18:20 Zeca Viana tenta atrair novos nomes para o PDT
18:20 “Estou pronto, preparado e com vontade”, diz Wellington
18:19 Selma Arruda condena Riva a 26 anos
18:19 Jayme diz estar conversando com todos


18:07 Atlético-MG faz a sua pior campanha
18:07 Julgamento em massa adia até rodada do Campeonato
18:07 Apresentado, Sidcley se diz pronto
18:06 PSG e Real jogam hoje no Parc des Princes
18:06 Lealdade mantém Dorival no comando
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018