Segunda feira, 16 de setembro de 2019 Edição nº 14930 07/03/2018  










ELEIÇÃO 2018Anterior | Índice | Próxima

Jayme Campos vai a Brasília reunir com cúpula do DEM

Da Reportagem

O ex-senador e atual secretário de Assuntos Estratégicos de Várzea Grande, Jayme Campos (DEM) vai a Brasília nesta quarta-feira (07) se reunir com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM/RJ) e o presidente nacional do partido, José Agripino (DEM/RN) para tratar sobre a destituição da Executiva Regional da legenda em Mato Grosso, e também sobre a eleição de outubro deste ano.

Na oportunidade, Jayme irá comunicar as lideranças nacional que será candidato a um cargo majoritário no pleito de 2018. No início desta semana, ele admitiu que pode concorrer tanto ao Governo do Estado quanto a senador.

Garantiu, inclusive, que enfrentaria o governador Pedro Taques (PSDB) nas urnas sem nenhum problema. “Enfrento todo mundo, até o seo Raimundo. Não sou filho de pai assombrado”, disse.

O encontro acontece um dia antes da Convenção Nacional do DEM, evento em que será oficializada a destituição de todos os diretórios da sigla no Brasil.

A medida é necessária para a formação de um novo diretório, tendo em vista as inúmeras lideranças que irão migrar para o partido neste período em que estará aberta a janela partidária.

Em Mato Grosso, o DEM irá receber inúmeras lideranças do Partido Socialista Brasileiro (PSB). Entre elas estão o atual presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho e o ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes (PSB).

Para acomodar os novos agremiados e garantir a participação de todos na nova diretoria, será composto uma nova Executiva. Jaime, entretanto, não quer perder as “rédeas” do partido por conta do ano eleitoral.

O deputado federal Fabio Garcia, já filiado no DEM, afirma que os socialistas só vão tratar deste assunto após a convenção nacional e a filiação de todos.

“Vamos tratar disso depois do dia 8. Hoje o esforço é para fortalecer o partido. Nós estamos trabalhando bastante para fazer um fortalecimento no DEM. Nós, na verdade, estamos filiando pessoas importantes no partido como os deputados Botelho e Adrian Silva e também o ex-prefeito Mauro Mendes. Além disso, junto conosco também virá prefeitos e lideranças de todo o Estado”, alegou o parlamentar que antes de se filiar no Democratas ocupou a presidência do Diretório Regional do PSB.

No que diz respeito ao pleito deste ano, Garcia acredita que a participação do DEM na chapa majoritária se tornou imprescindível. “Eu acho que o DEM tem tamanho, força e nome, ou seja, tem todas as condições para poder fazer parte de uma chapa majoritária. Não tenho dúvidas de que o DEM estará na chapa majoritária em 2018”, enfatizou.

Para ele, a legenda possui nomes com grande representatividade, totalmente qualificados para integrar uma chapa majoritária. “Temos grandes nomes como Jaime campos, Mauro Mendes e Eduardo Botelho. São pessoas qualificadas que podem ocupar qualquer cargo na eleição 2018. Então nós estamos nos preparando para a eleição, acredito que o DEM é um dos partidos mais fortes de Mato Grosso”, acrescentou.

Questionado sobre a possibilidade de vir a apoiar a reeleição de Taques na disputa pelo comando do Palácio Paiaguás, Garcia desconversou. “Vamos discutir a eleição obedecendo o calendário eleitoral e muito mais próximo das convenções, neste momento o trabalho e de fortalecer o partido”, disse. (KA)



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




18:02 BOA DISSONANTE
18:01 Taques se preocupa com contas na AL
18:00 o Senado Federal e a ditadura do STF
18:00 Deputado é cidadão! Até que ponto?
17:59 O secretário e a arena


17:57
17:57 Resistência à CPMF
17:56 A história secreta de uma indústria pop
17:56 Com novo livro, Pondé diz que modernidade é como adolescente que julga mãe
17:55 O nome dela é Gal
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018