Segunda feira, 14 de outubro de 2019 Edição nº 14929 06/03/2018  










ELEIÇÃO 2018 – 2Anterior | Índice | Próxima

“Estou pronto, preparado e com vontade”, diz Wellington

Da Reportagem

“Estou pronto, preparado e com vontade”. Quem ler somente essa frase do senador republicano Wellington Fagundes na coletiva por ele concedida ontem, sobre a possibilidade de se candidatar ao governo, poderá imaginar que o martelo foi batido. Porém, aquele que acompanhar sua fala até o fim verá que ele joga tudo por terra justificando que quem definirá (sua candidatura ou não ao Paiaguás) serão as convenções de oposição.

A declaração de Wellington feita momentos antes de uma audiência pública conjunta do Senado com a Assembleia, para discutir a malha rodoviária federal mato-grossense, não acrescentou fato à eleição ao governo. O senador demonstra vontade de se candidatar, mas condiciona essa decisão ao entendimento que segundo ele o PR busca com os demais partidos de oposição ao governo Pedro Taques (PSDB).

Wellington preside regionalmente um partido sem bancada na Assembleia e com poucas prefeituras sendo a mais importante a de Sinop, com a prefeita Rosana Martinelli. Na bancada federal, além dele há o suplente de senador Cidinho dos Santos. Nessa condição – segundo analistas – os republicanos somente poderão pensar em candidatura ao governo se tiveram uma aliança bem costurada.

A costura que poderia levar Wellington a disputar o governo teria que passar pelo Democratas de Jayme Campos, o PSD do vice-governador Carlos Fávaro, o PTB de Osvaldo Sobrinho, o PSB de Valtenir Pereira e outros partidos. Porém, até então, não há clareza sobre o rumo que esses partidos tomarão.

Cauteloso, na conversa com jornalistas Wellington não assumiu discurso de oposicionista, mesmo mantendo acesa a chama de que poderá concorrer com Taques. Sua única definição foi sobre a desistência do senador Blairo Maggi (PP) em disputar a reeleição ou até mesmo o governo. Para ele, Blairo é uma grande liderança, e com seu afastamento da disputa abre-se um corredor para que mais nomes entrem no processo eleitoral, “o que é bom”, frisou.

Wellington está em cena mantendo o posicionamento de querer, mas sem ser, como ele mesmo deixou claro. Enquanto isso, em outras esferas de oposição, dois nomes avançam e um terceiro começa a aparecer: o deputado Zeca Viana (PDT) mergulha na proposta de concorrer ao governo e faz ferrenha oposição a Taques; o ex-prefeito de Sorriso, Dilceu Rossato, se filiará ao PSL no próximo dia 7 para concorrer ao Palácio Paiaguás no palanque de Jair Bolsonaro; e a ex-reitora Maria Lúcia Neder (PCdB), mesmo com um prévio entendimento entre o seu e o partido de Zeca Viana, tem seu nome cogitado para o governo.

Ontem, na audiência pública, Wellington abriu espaço para o secretário de Infraestrutura e Logística de Mato Grosso, Marcelo Duarte, que focalizou uma parceria do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) com o governo Taques para a retomada e conclusão da do Anel Viário Norte de Cuiabá e Várzea Grande. O senador e o secretário mantiveram um discurso sintonizado, como se ambos fossem do mesmo grupo político. (EG)



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto

· Não podemos esquecer que ELE fazia parte  - celso barreto
· Resta saber se a lei da ficha limpa irá   - Luiz Augusto Victorino Alves Corrêa




16:35 Indústria alimentícia corre atrás do público que prefere comida orgânica
16:27 Riva diz ter pago R$ 175 mi para parlamentares
16:26 Habemus Autoridade Nacional de Proteção de Dados
16:25 O amor constrói
16:24 Solução estrutural


16:24 Lei de abuso de autoridade é ato de abuso de poder parlamentar
16:23 Chico Buarque lança primeiro romance após o Prêmio Camões
16:23
16:22 Terror nacional, Morto não fala mostra Daniel de Oliveira ouvindo lamento de cadáveres
16:21 A vida invisível disputa Oscar com 92 filmes
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018