Segunda feira, 16 de setembro de 2019 Edição nº 14918 17/02/2018  










Anterior | Índice | Próxima

“O Emanuel levou R$ 20 mil”, disse Silvio

Da Reportagem

Ainda no depoimento prestado a CPI do Paletó, Silvio César Côrrea de Araújo informou que no vídeo em que o prefeito Emanuel Pinheiro, enquanto deputado estadual, recebia dinheiro e colocava em seus bolsos, correspondia a R$ 20 mil.

No entanto, o compromisso do ex-governador Silval Barbosa com os parlamentares correspondia a R$ 50 mil. Outros R$ 30 mil, de acordo com Silvio, foram entregues posteriormente.

“O Emanuel levou R$ 20 mil porque era menos volumoso, mas depois foi buscar o resto”, disse.

O vereador Toninho de Souza (PSD) indagou a respeito do pagamento de propina. Em resposta, Silvio disse não poderia se classificar de “mensalinho”, o dinheiro pago aos deputados, mas como resultado de um acordo que envolvia as obras do programa MT Integrado gerido pela extinta Secretaria de Transportes e Pavimentação Urbana (STPU), atual secretário de infraestrutura e Logística.

“Fala se muito em mensalinho. Esse acordo era específico do MT integrado. Era R$ 600 mil e se tivesse todo o valor pagaria a vista. Como não tinha, tudo foi parcelado o pagamento. Ouvi falar que tinha mensalinho, mas não sei, desses valores não era”, explicou.

O advogado André Stumpf, que faz a defesa do prefeito Emanuel, fez questionamentos ao delator. Perguntou de quem foi a iniciativa para aquisição de equipamento de vídeos e quem comprou e instalou.

Silvio, se limitou a dizer em sua resposta que o devido esclarecimento já consta em seus depoimentos do acordo de colaboração premiada.

“Indivíduos foram entrando na sala um a um. Tais pessoas estavam em uma antessala aguardando hora de serem chamadas ? Estavam juntas?”, perguntou.

“Estavam em outra sala no fundo do gabinete. Em uma reunião com governador”, disse. (RC)



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




18:02 BOA DISSONANTE
18:01 Taques se preocupa com contas na AL
18:00 o Senado Federal e a ditadura do STF
18:00 Deputado é cidadão! Até que ponto?
17:59 O secretário e a arena


17:57
17:57 Resistência à CPMF
17:56 A história secreta de uma indústria pop
17:56 Com novo livro, Pondé diz que modernidade é como adolescente que julga mãe
17:55 O nome dela é Gal
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018