Sexta feira, 18 de outubro de 2019 Edição nº 14918 17/02/2018  










SERVIÇOSAnterior | Índice | Próxima

MT tem melhor desempenho em dezembro de 2017

Da Reportagem

O setor de serviços encerrou 2017 com crescimento acumulado de 15,8%. Além do Estado, apenas o Paraná, com alta de 5%, apresentaram resultados positivos de janeiro a dezembro do ano passado, conforme a Pesquisa Mensal de Serviços, divulgada ontem e que traz o balanço do setor. Somente em dezembro de 2017, o setor de serviços cresceu 48,8% em relação a igual mês do ano passado. A evolução foi a maior registrada pelo IBGE, no período.

Mato Grosso se destaca não apenas em relação ao percentual aferido em dezembro, como também pela diferença entre o registrado em outros estados e na média nacional, essa última com crescimento de 0,5%. Já em relação aos estados, o segundo melhor colocado no ranking nacional é Roraima, com 10,1%, sucedido pelo Amazonas, com 8%. No outro extremo, as quedas mais intensas foram em Tocantins (-18,4%), Ceará (-16,6%) e Amapá (-11%).

Mesmo com incremento de quase 50% no volume de serviços, Mato Grosso na comparação mensal – dezembro ante novembro de 2017 – registrou queda de 2,6%, a 3ª maior redução do período, enquanto na média nacional houve expansão de 1%.

Nos resultados regionais, as maiores altas, em relação a novembro, foram em Roraima (15,1%), Maranhão (5,4%) e Espírito Santo (4,6%). As quedas mais intensas foram em Tocantins (-12,7%), Ceará (-3,4%) e Mato Grosso (-2,6%).

“Estávamos desde março de 2015 sem resultados positivos [na comparação do mês com o mesmo período do ano anterior]. É um resultado só, não podemos ainda afirmar que se trata de uma recuperação. Mas, lógico, é um fato positivo. Por enquanto, só podemos ver essa reação no segmento de transportes”, disse o gerente da pesquisa, Roberto Saldanha.

Cinco dos seis segmentos do setor de serviços tiveram queda no volume no ano de 2017, com destaque para os outros serviços, com recuo de 8,9%, e os serviços profissionais, administrativos e complementares, que caíram 7,3%. (MP)



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




19:06 Cabo ingressa com HC na Justiça
19:06 Eder recebe nova condenação: 24 anos
19:06 Reunião de Pedro Taques com desembargadores é adiada
19:06 “O Emanuel levou R$ 20 mil”, disse Silvio
19:05 Silvio confirma propina para prefeito


18:26 BOA DISSONANTE
18:26 Governo propõe aumentar o contingenciamento
18:25 Fim dos conflitos agrários
18:25 A justiça e a política
18:24 O poder do jornalismo
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018