Quarta feira, 23 de janeiro de 2019 Edição nº 14915 10/02/2018  










BANK OF AMERICAAnterior | Índice | Próxima

Governo tenta adiar pagamento de parcela

Da Reportagem

Com a negativa dos Poderes Legislativo e Judiciário para que o governo pudesse contingenciar parte do duodécimo, o governo Pedro Taques (PSDB) tenta adiar o pagamento da parcela de março da dívida dolarizada com o Bank of America. O governo consultou a possibilidade de pagar apenas o juros da dívida, que é de U$S 9 milhões.

Caso o pedido seja aceito pelo Banco, Mato Grosso não precisaria levantar os U$S 37 milhões da parcela de março, o que representa mais de R$ 121 milhões, o que aliviaria o fluxo de caixa do Estado.

Taques havia proposto a retenção de 20% do duodécimo da Assembleia Legislativa (ALMT), Tribunal de Justiça (TJMT), Ministério Público (MPE), Tribunal de Contas do Estado (TCE) e Defensoria Pública, até abril para quitar a parcela junto ao Bank of América para evitar consequências econômicas irreversíveis ao Estado.

Assembleia e o TJ rejeitaram a proposta. Já o MP e o TCE aceitaram.

A dívida negociada em setembro de 2012 ficou em US$ 478,9 milhões, para serem pagas em 18 parcelas até 2022. Atualmente o Estado de Mato Grosso já pagou oito parcelas da dívida, o que representa US$ 273,565 milhões (R$ 838,485 milhões), sendo que US$ 127,215 milhões (R$ 363,660 milhões) foram de juros e encargos, e US$ 146,350 milhões (R$ 474,825 milhões) de amortização.

O governo vem buscando junto ao Banco Mundial (Bird) a possibilidade de renegociação da dívida dolarizada. (PR)



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




20:23 Governo mantém taxação do agronegócio e espera arrecadar R$ 1,46 bilhão
18:33 TCE define conselheiro que vai relatar contas de Mauro Mendes
18:32 Emenda exclui agência de projeto que prevê extinções no Governo
18:31 Servidores públicos invadem plenário da AL
18:05 Decreto prioriza salários, poderes e serviços essenciais


18:00 Defesa dos direitos individuais
17:59 Agronegócio não é o vilão
17:58 A raiz da crise fiscal
17:57 Ferramenta desvirtuada
17:54
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018