Domingo, 22 de abril de 2018 Edição nº 148895   










PRAÇA IPIRANGAAnterior | Índice | Próxima

MP investiga danos com reforma

Da Reportagem

O Ministério Público de Mato Grosso instaurou inquérito para apurar os danos causados com a reforma na Praça Ipiranga em Cuiabá. O documento datado do dia 09 foi assinado pelo promotor Carlos Eduardo Silva. A praça tem em seu entorno um bem tombado, o prédio onde hoje está localizado o Ganha Tempo, antigo Quartel da Força Pública. A investigação visa conhecer os impactos da obra no tombamento.

De acordo com o documento, o inquérito é baseado na reforma que vem ocorrendo na praça com a reformulação do chafariz ali instalado há várias décadas. O Ministério Público enfatiza que a obra aparentemente traz impactos visuais no entorno do bem, objeto de especial proteção, conferida pelo Poder Público. O promotor reforça que as modificações vêm acontecendo, sem ao menos a Secretaria de Estado de Cultura ser consultada.

O promotor Carlos Eduardo determinou que a Secretaria de Estado de Cultura seja oficiada e promova a inspeção na área do entorno do antigo Quartel da Força Pública. A pasta deve verificar os impactos visuais negativos causados ao referido bem imóvel tombado em virtude da reforma promovida na praça.

Iniciada há quase três meses, a reforma do local foi objeto de discussão. A Secretaria de Estado de Cultura chegou a notificar o município de Cuiabá em novembro do ano passado pedindo a paralisação das obras. A pasta solicitou ao município a apresentação do projeto de reforma e alegou que não teria sido consultada. A SEC enfatizou que foi pega de surpresa, principalmente com a demolição do chafariz.

Uma manifestação de cuiabanos ocorreu no local, o “abraço ao chafariz” na tentativa de preservar as características do local. Na ocasião o município alegou que a reforma da praça está seguindo orientações e normas de órgãos competentes, de forma a garantir a preservação do bem tombado. Sobre o chafariz, o prefeito Emanuel Pinheiro confirmou que determinou a restauração completa da peça, que será reinstalada no local, sem danos às características arquitetônicas.

Obras- As obras da Praça Ipiranga foram iniciadas no dia 22 de outubro e tem prazo de 120 dias para a conclusão. Segundo a prefeitura, a restauração contará com a recuperação do concreto e posteriormente a colocação de piso, além da reativação e instalação da iluminação do Espelho D’Água. a parte de paisagismo, Palmeiras, Flamboyants, Oitis e Ipês serão plantados, contribuindo para a projeção da sombra no entorno. Localizada na região central de Cuiabá e às margens da Avenida Tenente Coronel Duarte -Prainha-, a praça Ipiranga é uma das mais antigas da capital mato-grossense. O valor da obra está estimado em R$ 311 mil, os recursos são do Fundo Municipal de Meio Ambiente. (AA)



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




18:42
18:41 Botelho quer limpar a pauta na próxima semana
18:41 Pedro Taques chama Otaviano Pivetta de preconceituoso
18:41 Emanuel busca harmonia após saída de Niuan do partido
18:40 Juiz condena Wilson Santos a ressarcir o erário


18:40 Cirurgias devolvem visão a milhares
17:42 Cabral vira réu pela 23ª vez
17:42 Dodge falta à cerimônia de Temer
17:41 Ministério Público suíço mantém R$ 2,8 bi confiscados
17:41 MP abre inquérito para investigar Alckmin
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018