Domingo, 21 de julho de 2019 Edição nº 14820 15/09/2017  










SAÚDEAnterior | Índice | Próxima

Medicamentos estão em falta na rede pública de saúde no Estado

ALINE ALMEIDA
Da Reportagem

Pelo menos 10 medicamentos estão em falta na rede pública de saúde de Cuiabá. Os remédios em falta foram relatados em inquéritos civis do Ministério Público de Mato Grosso. Somente neste mês são quatro investigações de falta de medicamentos das mais variadas indicações.

Entre os medicamentos elencados por pacientes estão Prolopa 200 indicado para tratamento de Parkinson. Também não estão disponíveis Fluoxetina, Risperidona, Geoden, Prometazina, Depakene, entre outros.

Numa das investigações o paciente reclama que é acometido com Esquizofrenia, e faz uso de alguns fármacos, sendo estes indispensáveis ao seu tratamento. Relata ainda, que está tendo frequentes surtos decorrentes da falta desses medicamentos fornecimentos pelo município de Cuiabá e pelo estado de Mato Grosso.

“A investigação tem como fundamento, reclamação registrada no sítio eletrônico do Ministério Público, onde o reclamante que é acometido com doença crônica declara que faz uso dos medicamentos Clonazepam 200mg e Depake 500mg, e que já está sem esses remédios há certo tempo, não obtendo os mesmos por não conseguir os mesmos nas unidades de saúde de Cuiabá, tendo como consequências surtos constantes decorrentes da interrupção de seu tratamento, situação esta que tem repercussões em toda a coletividade de usuários do Sistema Único de Saúde que necessitam desses mesmos serviços de assistência farmacêutica”, confirma trecho de documento.

Outro paciente que também faz uso de remédios controlados confirmou que está tendo surtos constantes devido a interrupção do tratamento.

Segundo o Ministério Público as irregularidades constatadas apresentadas podem configurar, eventualmente, lesão ao direito constitucional à saúde, bem como o dever que possuem a administração direta e indireta de obedecer aos princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência. “Ensejando portanto, a apuração dos fatos e a propositura de medidas eventualmente necessárias à solução de qualquer problema constatado”, confirma trecho de uns dos documentos.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




18:08 MT Prev arrecada R$ 1,3 bilhão a menos que o necessário para pagar aposentados
18:07 Eleição para prefeito em Cuiabá divide tucanos
18:07 Governo conclui pagamento da folha de junho
18:06 Jovem agride ex-companheira em delegacia e é preso
18:05 Preso rapaz que estuprou e matou criança de 8 anos


18:04 Exame identifica segunda ossada de mulher desaparecida
18:04 Irmãos são assassinados e levados para UPA que acaba fechada
18:03 Coronel confessa grampo a pedido de Pedro Taques
18:01 Erros de advogados iniciantes
18:00 Capital humano
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018