Quarta feira, 24 de abril de 2019 Edição nº 14820 15/09/2017  










ODEBRECHT/LULAAnterior | Índice | Próxima

Moro manda extrair dados sobre arquivo das propinas

RICARDO BRANDT e FAUSTO MACEDO
Da Agência Estado – São Paulo

O juiz federal Sérgio Moro negou à defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva acesso aos arquivos da memória digital do sistema de comunicação secreto, que tinha servidores na Suíça e na Suécia, e de contabilidade paralelo, Drousys e MyWebDay respectivamente, usados pela máquina de fazer propinas da Odebrecht, o Setor de Operações Estruturadas.

"Inviável fornecer cópia dos sistemas Drousys ou MyWebDay à defesa de Luiz Inácio Lula da Silva ou a qualquer outra", decidiu Moro, em despacho desta quarta-feira, 13, no processo em que o ex-presidente foi interrogado ontem, em Curitiba.

Moro afirma que "além da dificuldade técnica, pois são vários HDs, os sistemas contêm informações que são relevantes para várias outras ações penais e investigações em andamento e ainda a serem instauradas, inclusive parte delas sujeita à outras jurisdições".

"O fornecimento de cópia poderia, portanto, prejudicar investigações em andamento ou investigações ainda a serem instauradas."

Lula é acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro pelo acerto de R$ 12 milhões em propinas, pagas pela Odebrecht de forma dissimulada na compra de um terreno para o Instituto Lula, em 2010, e de um apartamento vizinho ao que ele reside, em São Bernardo do Campo, em benefício do petista.

No depoimento, Lula negou as acusações, disse que é vítima de um "caça às bruxas" do Ministério Público Federal e atacou o ex-ministro Antônio Palocci - preso desde outubro de 2016 -, que confessou na última quinta-feira, 6, o esquema de corrupção na Petrobras e incriminou o ex-presidente no processo.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




18:56 Gaeco prende militar acusado de tentar vender informações
18:55 Pedro Taques reafirma que irá concluir a obra
18:55 Neurilan Fraga pede norma para Lei Kandir
18:55 MPE defende afastamento de prefeito
18:54 Gilmar Fabris é preso e afastado da AL


18:44 Conab realiza novos leilões no Estado
18:42 Potencial é oportunidade de renda
18:42 Incertezas junto sobre a JBS voltam atingir mercado
18:41 Plantio autorizado a partir de hoje
18:41 Preços retomam patamar de ‘entressafra’
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018