Terça feira, 20 de agosto de 2019 Edição nº 14820 15/09/2017  










COPA DO MUNDOAnterior | Índice | Próxima

Fifa assegura Brasil como cabeça de chave

Após um mês agitado, com a disputa de jogos pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, a seleção da Alemanha reassume a liderança do ranking da Fifa

ARQUIVO
Alemanha assumiu a dianteira da lista, tendo ultrapassado o Brasil, e as duas equipes estão separadas por 16 pontos
JAMIL CHADE
Da Agência Estado – São Paulo e Zurique

O Brasil será um dos cabeças de chave no sorteio para definir os grupos da primeira fase da Copa do Mundo. Ontem, a entidade anunciou que vai usar como critério o seu ranking de seleções de outubro, que será divulgado no dia 16 do próximo mês.

Hoje à tarde o técnico Tite convoca seleção brasileira para os dois últimos jogos pelas Eliminatórias da Copa do Mundo na Rússia.

De qualquer forma, a atualização de setembro da lista, divulgada ontem, apontou a seleção brasileira em segundo lugar, sem chance de ficar fora da relação das sete primeiras colocadas, em outubro, o que já a garante como cabeça de chave. A situação da líder Alemanha é semelhante, mas a equipe ainda não obteve a sua classificação. A Rússia, por ser a seleção anfitriã da Copa, também encabeçará um dos grupos.

O comitê de competições da entidade se reuniu ontem para debater os resultados da Copa das Confederações e avaliar a preparação da Rússia para a Copa de 2018. Mas um dos pontos principais foi a definição de como ocorrerá o sorteio das chaves, no dia 1º de dezembro, em Moscou.

Ficou determinado que quatro potes seriam estabelecidos, separando as seleções em quatro níveis diferentes. Em cada pote haverá oito times. Usando o ranking como referência, os sete primeiros colocados serão colocados no pote 1. Nesse grupo também estará a Rússia. Como o Brasil já está classificado para o Mundial e ocupa o segundo lugar no ranking, sua posição de cabeça de chave está assegurada.

O segundo pote terá a presença dos oito times sucessivos na classificação do ranking da Fifa de outubro, assim como os posteriores. Continuará valendo a velha tradição da Fifa de não permitir que duas seleções da mesma confederação caiam no mesmo grupo. A exceção é apenas para a Uefa, que pode ter duas seleções em cada grupo por conta do número elevado de representantes europeus no Mundial - são 14, com apenas oito chaves.

Os ingressos para a Copa do Mundo de 2018 foram colocados à venda ontem e, segundo a Fifa, atraíram a atenção mundial.

RANKING

A liderança do ranking da Fifa mudou de mãos. Após um mês agitado, com a disputa de jogos pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, a seleção da Alemanha assumiu a dianteira da lista, tendo ultrapassado o Brasil, sendo que as duas equipes estão separadas por 16 pontos.

Após vencer República Checa (2 a 1) e Noruega (6 a 0) no início de setembro, ficando muito próxima da classificação para a Copa na Rússia, a Alemanha assumiu o primeiro lugar do ranking, com 1 606 pontos.

Já garantido na Copa de 2018, o Brasil ganhou um dos jogos que disputou pelas Eliminatórias - bateu o Equador por 2 a 0 -, mas empatou com a Colômbia, por 1 a 1, e ficou com 1.590 pontos, sendo ultrapassado pelos atuais campeões mundiais.

Atual campeã da Eurocopa e vindo de duas vitórias nas Eliminatórias - 5 a 1 sobre Ilhas Faroe e 1 a 0 diante da Hungria -, a seleção portuguesa ascendeu para o terceiro lugar no ranking, com 1.386 pontos.

Uma das seleções ultrapassadas foi a Argentina, que se complicou na luta por uma vaga na Copa ao empatar com Uruguai (0 a 0) e Venezuela (1 a 1) e agora está em quarto lugar no ranking com 1 325. A seleção argentina agora é seguida pela Bélgica que ascendeu quatro posições, para a quinta, com 1.265 pontos, após se classificar antecipadamente para a Copa do Mundo.

A Polônia é a sexta colocada, ficando à frente, em ordem, de Suíça e França, deixando o continente europeu com seis dos oito primeiros colocados do ranking, algo que pode ser importante quando a Fifa for definir os cabeças de chave da Copa do Mundo, que terá o sorteio dos grupos realizado em 1º de dezembro e levará em consideração a lista de outubro, como a entidade definiu ontem

A lista dos dez primeiros colocados do ranking é completado por duas seleções da América do Sul, com o Chile em nono lugar e a Colômbia na décima colocação. O Chile, aliás, será um dos adversários do Brasil nas rodadas finais das Eliminatórias, em 10 de outubro, em São Paulo. Antes, no dia 5, a seleção vai encarar, em La Paz, a Bolívia, que está em 46º lugar na lista da Fifa.

País-sede da Copa do Mundo de 2018, a Rússia está em uma modesta 64ª colocação. Melhor seleção da Concacaf no ranking, o México é o 14º lugar. O Irã é a equipe asiática melhor classificada, na 25ª colocação, cinco postos à frente do Egito, a equipe asiática mais bem posicionada no ranking da Fifa.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto

· Se você apostou em esportes, então convi  - Ernesto Noriega




18:56 Gaeco prende militar acusado de tentar vender informações
18:55 Pedro Taques reafirma que irá concluir a obra
18:55 Neurilan Fraga pede norma para Lei Kandir
18:55 MPE defende afastamento de prefeito
18:54 Gilmar Fabris é preso e afastado da AL


18:44 Conab realiza novos leilões no Estado
18:42 Potencial é oportunidade de renda
18:42 Incertezas junto sobre a JBS voltam atingir mercado
18:41 Plantio autorizado a partir de hoje
18:41 Preços retomam patamar de ‘entressafra’
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018