Terça feira, 17 de setembro de 2019 Edição nº 14814 05/09/2017  










BR-163/ROTA DO OESTEAnterior | Índice | Próxima

Tarifa de pedágio terá redução

MARIANNA PERES
Da Editoria

Os valores das tarifas de pedágio da BR-163 terão redução de R$ 0,10 em cada uma das nove praças de pedágio a partir da 0h de 6 de setembro, conforme definido pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e publicado no Diário Oficial da União desta segunda-feira. Os novos valores variam de R$ 3,70 a R$ 6,90, de acordo com a área de abrangência.

Com o desconto, o trecho da BR-163 que corta o município de Nova Mutum (269 quilômetros ao norte de Cuiabá), apresentará o ponto de cobrança mais barato entre as nove praças de pedágio da Rota do Oeste no Estado. Os valores a partir de amanhã serão de R$ 3,70 para automóveis, de R$ 3,70 de comercial por eixo e de R$ 1,80 para motos.

Já o local mais caro segue na praça de pedágio no município de Sorriso (460 quilômetros ao norte de Cuiabá), onde a cobrança será de R$ 6,90 para automóveis e de R$ 6,90 também para comerciais por eixo e de R$ 3,40 para motos.

O cálculo realizado pela ANTT para chegar ao novo valor considera o índice da inflação do período (IPCA), a inclusão ou exclusão de obrigações por parte da Agência e o cumprimento do contrato assinado entre o governo Federal e a Concessionária Rota do Oeste. A redução no valor da tarifa é reflexo da decisão da Agência em retirar do contrato algumas obrigações, como a construção de 23 retornos em nível. O reajuste ocorre sempre na data de aniversário do início da cobrança.

Ainda como parte do cálculo, foi considerada a assunção da responsabilidade pela manutenção e operacionalização dos radares do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). Ao todo, a Rota do Oeste passa a controlar novos 78 pontos de monitoramento ao longo da BR-163, além dos 24 pontos já sob a sua responsabilidade.

INVESTIMENTO - O pedágio é a única fonte de arrecadação da Rota do Oeste e garante o custeio dos serviços oferecidos aos usuários nos 850,9 quilômetros sob concessão, manutenção, conservação e sinalização do trecho sob a responsabilidade da Concessionária. Em média, a Rota do Oeste realiza 346 atendimentos por dia. Os serviços são prestados a todos que precisam ou solicitam atendimentos, desde uma pane seca até resgates médicos, em casos de acidentes.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




18:02 BOA DISSONANTE
18:01 Taques se preocupa com contas na AL
18:00 o Senado Federal e a ditadura do STF
18:00 Deputado é cidadão! Até que ponto?
17:59 O secretário e a arena


17:57
17:57 Resistência à CPMF
17:56 A história secreta de uma indústria pop
17:56 Com novo livro, Pondé diz que modernidade é como adolescente que julga mãe
17:55 O nome dela é Gal
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018