Domingo, 20 de agosto de 2017 Edição nº 14798 12/08/2017  










OPERAÇÃO DESCARRILHOAnterior | Índice | Próxima

Ex-deputado Riva está colaborando com a Justiça

Da Reportagem

Um dos principais articuladores pela implantação do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) em Cuiabá e Várzea Grande enquanto presidiu a Assembleia Legislativa, o ex-deputado estadual José Riva (sem partido) tem colaborado com a Justiça nas investigações da Operação Descarrilho. A informação foi confirmada pelo advogado Rodrigo Mudrovitsch.

Deflagrada pela Polícia Federal na quarta-feira (9), as investigações apontam a suspeita de crimes como fraude em licitação, organização criminosa, lavagem de dinheiro e corrupção ativa e passiva.

No entanto, a defesa de Riva não confirmou a existência de algum termo de colaboração premiada ou se a postura adotada será apenas de confissão, o que pode reduzir a pena numa eventual sentença condenatória em processo criminal, benefício este assegurado pelo Código Penal.

“O que posso dizer é que José tem colaborado com as investigações e as informações prestadas ao Ministério Público Federal estão em sigilo”, revelou Mudrovitsch.

A Polícia Federal acusa o ex-deputado José Riva de utilizar sua esposa, Janete Riva, ex-secretária de Estado de Cultura e candidata derrotada ao governo do Estado na eleição de 2014, como “testa de ferro” na propriedade de uma empresa privada favorecida com R$ 11,5 milhões de recursos liberados pelo governo do Estado em decorrência das obras do VLT.

Foi descoberto que Janete Riva adquiriu 40% de participação na empresa Multimetal Engenharia, quando a mesma ainda tinha como razão social o nome de Baggio & Cia Ltda.

A sociedade foi adquirida pelo valor de R$ 3,5 milhões dividido em cinco parcelas de R$ 700 mil, conforme documento apreendido na quinta fase da Operação Ararath.

O relatório da Polícia Federal ressalta que embora Janete Riva seja detentora de 40% de participação na Multimetal Engenharia, seu nome não veio a constar no quadro societário.

Por outro lado, José Riva, enquanto exercia o mandato de deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa, foi um dos principais articuladores para o governo do Estado substituir o projeto do BRT (Bus Rapid Transit) pelo VLT. (RC)



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




19:39 STF obriga tribunais a divulgarem folha
19:39 Nos EUA, prefeito busca recursos para Cuiabá
19:38 Fux homologa deleção de filho e homem de confiança de Silval
19:38 Selma autoriza compartilhamento de provas
19:37 Paulo Taques acusa Perri por perícia indevida em celular


19:37 Presidente da Caixa diz que quer Ajudar para retomada da obra
19:37 TJ manda 2 coronéis para prisão domiciliar
19:01 Cuiabanos reduzem intenção em agosto
19:01 Maggi nega a prática de dumping
19:01 Inscrições ao prêmio Famato terminam na próxima semana
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2015