Segunda feira, 27 de maio de 2019 Edição nº 14754 13/06/2017  










SELEÇÃO/AMISTOSOAnterior | Índice | Próxima

Brasil tem 8 mudanças contra a Austrália

Tite explica mudanças na seleção e avisa: 'Quero espírito competitivo'. Só uma das alterações foi realizada por necessidade: Diego Souza na vaga de Gabriel Jesus

Pedro Martins/MoWA Press
Tite, no treino de ontem à tarde, ao lado de Diego Souza, que substituirá Gabiel Jesus contra a Austràlia
Da agência Estado – São Paulo

A seleção brasileira está definida para o seu segundo amistoso em Melbourne, hoje, às 7h05 (horário de Brasília), diante da Austrália. Ontem, a equipe encerrou a preparação para o compromisso com um treinamento no Lakeside Stadium em que o técnico Tite confirmou uma escalação com oito alterações em relação ao duelo com a Argentina, na última sexta-feira, quando a equipe perdeu por 1 a 0.

Tite comandou um trabalho tático em campo reduzido. E escalou o time titular com a seguinte formação: Diego Alves; Rafinha, Thiago Silva, Rodrigo Caio e Alex Sandro; David Luiz, Paulinho e Philippe Coutinho; Giuliano, Diego Souza e Douglas Costa.

Só uma das alterações foi realizada por necessidade: a entrada de Diego Souza na vaga de Gabriel Jesus, que sofreu uma fratura na órbita esquerda, estrutura que protege o olho, após ser atingido pelo cotovelo de Otamendí no amistoso da última sexta.

As mudanças por opção começaram no gol, onde Diego Alves trabalhou no lugar de Weverton. Nas laterais, Rafinha e Alex Sandro substituírão Fagner e Filipe Luís, respectivamente. Rodrigo Caio treinou ao lado de Thiago Silva na zaga, enquanto David Luiz foi escalado como volante, no lugar de Fernandinho, na maior surpresa da seleção para o duelo com a Austrália. Além disso, Douglas Costa e Giuliano treinaram no setor ofensivo, nas vagas de Renato Augusto e Willian.

Assim, somente três jogadores que foram titulares contra a Argentina serão mantidos na formação titular do Brasil por Tite para o amistoso contra a Argentina: o zagueiro Thiago Silva, o volante Paulinho e o meia Philippe Coutinho.

Se engana, porém, quem acha que estas experiências do treinador demonstram uma menor preocupação com a partida. Ele garantiu que é justamente a postura de seus comandados que será observada.

"O atleta que tem capacidade de jogar o amistoso fortalecido, mentalmente preparado e motivado, ganha pontos. E eu sei quem tem. Tem o atleta que já esmorece. Gosto deste espírito competitivo. Isso pesa para o jogo amistoso, em que a capacidade mental faz a diferença", considerou nesta segunda.

Tite já havia convocado a seleção com desfalques de peso, como Daniel Alves, Marcelo, Casemiro e Neymar. Contra a Austrália, poupará ainda Weverton, Fagner, Gil, Filipe Luís, Fernandinho, Renato Augusto e Willian, além de não contar com o lesionado Gabriel Jesus. Entrarão: Diego Alves, Rafinha, Rodrigo Caio, Alex Sandro, David Luiz, Giuliano, Douglas Costa e Diego Souza.

O treinador garantiu que estas mudanças não indicam qualquer menosprezo à Austrália ou ao peso deste amistoso. Pelo contrário, elogiou os jogadores que estarão em campo e afirmou que seria "injusto" não lhes dar uma oportunidade de atuar, principalmente com a seleção já garantida na próxima Copa do Mundo.

"Quando garantimos a vaga, sabia que ia me dar a oportunidade de colocar os jogadores para jogar. É muito desafiador ser gestor. Mas coloquei o senso de justiça em prática. Não queria mandar o jogador para casa sem oportunidade de atuar. Vivemos em um mundo muito competitivo, não podia ser egoísta e colocar só o resultado acima de tudo. Não podia pensar só em mim, em quebrar recorde de vitória ou algo assim", avaliou.

Tite ainda fez questão de elogiar o adversário desta terça-feira "Venceu o último jogo das Eliminatórias, tem jogada qualificada de triangulação, não quebra a bola toda hora, valoriza a posse. Mudaram o sistema recentemente e conseguiram melhores resultados São muito fortes na bola parada. É uma escola com qualidade técnica e imposição física, pela altura e força."



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




19:48 TSE não vê crime e mantém Temer
19:48 BOA DISSONANTE
19:47 PEC dos privilégios
19:47 Oh! O nome da delação é “premiada”
19:46 A Lava-Jato e a psicanálise


19:46 Lula não é ladrão
19:46 O empurrão do agronegócio
19:45
19:31 Coração Caipira ganhou em Porto Alegre do Norte
19:29 Inscrição para gestão dos museus é prorrogada
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018