Segunda feira, 24 de junho de 2019 Edição nº 14751 08/06/2017  










PSDB Anterior | Índice | Próxima

Partido adia decisão sobre desembarque do governo

RENAN TRUFFI e PEDRO VENCESLAU
Da Agência Estado – Brasília

O PSDB recuou e decidiu adiar para segunda-feira, a reunião da Executiva Nacional que vai decidir sobre o desembarque do governo Michel Temer. Com esse anúncio, os tucanos sinalizam que vão esperar o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) chegar a um veredito sobre a chapa Dilma-Temer antes de definirem uma posição em relação à gestão peemedebista.

A reunião tucana estava marcada para esta quinta-feira, 8. Isso porque parte dos deputados e lideranças do partido pressiona para que a legenda abandone o governo o quanto antes. O adiamento foi divulgado depois de uma conversa realizada entre senadores tucanos, comandada pelo senador Tasso Jereissati (CE), presidente da sigla.

Antes do adiamento, Tasso havia ampliado o "colégio eleitoral". Em vez de consultar apenas a executiva, ele convocou as bancadas no Congresso, governadores e todos os presidentes estaduais do PSDB para o encontro. A ideia é dar um caráter institucional inquestionável ao posicionamento tucano, seja ele qual for.

A permanência do PSDB na base governista é considerada pelo Palácio do Planalto determinante para evitar uma debandada geral de aliados. "Nem (a vidente) Mãe Dináh adivinharia o resultado da reunião de amanhã", disse à reportagem o deputado federal Ricardo Tripoli (SP), líder do PSDB na Câmara, antes do recuo.

Pelo menos dois diretórios tucanos - Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul - tiraram posição em defesa do desembarque do governo. O de São Paulo caminhava para esse desfecho, mas um concorrida plenária realizada na segunda-feira, 5, acabou sem que o tema fosse encaminhado para votação.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




10:13 Sindicalismo 4.0 e a revolução tecnológica
10:13 Emanuel querapoio do DEM
10:12 Desemprego
10:12 O grande protesto
10:11 Questão das armas


10:09 Dodge questiona vazamento e se manifesta contra Lula
10:09
10:06 Bolsonaro admite problemas na articulação política
10:05 PM amigo de Bolsonaro assume Secretaria-Geral
10:04 Guerra só tem mais 6 meses e pode gerar prejuízo de R$ 12 mi
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018