Domingo, 23 de fevereiro de 2020 Edição nº 14747 02/06/2017  










AJUDA DO FGTSAnterior | Índice | Próxima

Endividamento do cuiabano registrou 5ª queda seguida

Da Redação

A Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), do mês de maio, registrou a quinta queda consecutiva do endividamento do consumidor e redução na variação anual para o mês. O índice atingiu 62,2% em maio desse ano, contra 64,2% em maio de 2016. O maior índice registrado nos últimos 12 meses foi em dezembro, quando a Peic atingiu 69,7%. De lá para cá, foram cinco quedas consecutivas até atingir o patamar atual.

A pesquisa realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e divulgada ontem pela Fecomércio/MT, mostra também que cessou o crescimento que vinha sendo registrado entre as famílias que não terão condições de pagar suas contas. O índice para esse público permaneceu em 20,2% em maio, com 38.247 famílias nessas condições. Entretanto, o índice é 78,5% maior do que o registrado em maio de 2016, quando eram apenas 21.247.

O presidente da Fecomércio/MT, Hermes Martins da Cunha, explica que entre os motivos desses números mais otimistas, está a liberação do FGTS no mercado. “Esse dinheiro que estava parado, e que foi liberado pelo governo federal, trouxe um impacto significativo principalmente ao comércio, já que muitos aproveitaram para sair do vermelho e regularizar débitos em atraso”, disse Hermes. Outros fatores envolvem a queda na margem do custo de crédito, além do ritmo ainda fraco de concessão de empréstimos e financiamentos às famílias.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




16:30 Abilio pode ser o segundo vereador a ser cassado por quebra de decoro
16:30 Jeferson Schneider diminui delação de Silval e critica MP
16:29 BOA DISSONANTE
16:28 Alcolumbre anuncia apoio a Julio Campos
16:27 Campanha da Fraternidade - 2020


16:27 Em defesa de quem cria
16:27 Não é não, especialmente no Carnaval
16:26 Trânsito
16:25
16:25 Um futuro para o trabalho
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018