Quinta feira, 21 de março de 2019 Edição nº 14746 01/06/2017  










ALECY ALVESAnterior | Índice | Próxima

Sedentarismo

Como é difícil ser fitness, ou seja, fazer atividades físicas regularmente por longos anos, ou toda a vida. Pior ainda é manter uma alimentação saudável, outra exigência relacionada aos cuidados com a saúde e aparência do corpo.

Imagina! Abrindo mão para sempre o açúcar, do refrigerante, da picanha, feijoada, do bolo de chocolate com calda, daquele franguinho frito... Melhor nem imaginar.

Diariamente me pego pensando: tenho de voltar a correr no parque. Não! Melhor mesmo seria freqüentar uma academia, os resultados aparecerão mais rápido. Humm! Semana que vem começo.

Começar a academia no final do mês não dá uma conta redonda. Vou esperar mais uns dias para que a data do pagamento coincida com o dia que sai o meu salário... Humm! Pior é que este mês será impossível, não terei tempo, nenhuma horinha sobrando.

Desculpas e mais desculpas adiam o início ou a retomada das atividades físicas tão necessárias ao nosso bem-estar físico e mental.

O pior é que, no meu caso, gosto de me exercitar, seja correndo no parque ou na esteira. Sinto que o corpo cobra Ed que a atividade física libera o hormônio do prazer, a endorfina, e provoca sensações de conforto muscular, melhora o humor...

O problema é que esqueço rapidamente desses benefícios e voltou aos prazeres vindos de mesa farta, de uma mesa na qual as calorias dos alimentos pouco importam.

Não tenho dúvida, é bem mais fácil ser sedentário. Passar horas na frente da televisão assistindo filmes tomando sorvete e refrigerante e comendo pipoca, salgadinhos industrializados e outras guloseimas.

Por falar em sedentarismo, discordo da primeira tradução que encontrei ao pesquisar a palavra: substantivo masculino - qualidade de quem ou do que é sedentário, de quem não faz atividades físicas. Qualidade? Não seria defeito?

Brincadeiras à parte, este mês, que está começando hoje, será diferente. Vou começar, para valer, a mudar meus hábitos de vida, começando por abolir o sedentarismo.

Vou tentar me apegar aos benefícios à saúde, longevidade e a beleza física. Talvez visualizar uma barriguinha sarada, tipo musa fitness, seja mais animador. Vamos? Exercitar é preciso.



ALECY ALVES é repórter



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




19:55 José Riva sofre nova condenação
19:55 Maggi defende uso do Fethab por curto tempo
19:55 Governo conclui hoje pagamento dos repasses
19:55 Taques descarta exonerar secretários
19:54 Comerciantes da FEB não perdem esperança


19:54 Taques admite mudanças em acordo
19:54 MPE e MPF rebatem Governo Estadual
19:54 Nova regra muda Cadastro Ambiental em Mato Grosso
19:52 Endividamento do cuiabano registrou 5ª queda seguida
19:52 Receita cresce com melhora sobre preços internacionais
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018