Segunda feira, 22 de julho de 2019 Edição nº 14739 23/05/2017  










PONTE COXIPÓAnterior | Índice | Próxima

Câmeras já flagram 30 caminhões na nova ponte

Da Reportagem

Instalada há cerca de 15 dias, a câmera de monitoramento eletrônico, nas proximidades da Ponte Benedito Figueiredo, sobre o rio Coxipó, já contabiliza 30 autos de infração de caminhões trafegando irregularmente pelo local, onde a passagem de veículos pesados está proibida desde fevereiro passado por conta da erosão em das cabeceiras da ponte.

Para coibir, a Prefeitura de Cuiabá vai intensificar a fiscalização de circulação de caminhões em horários restritos, a partir de hoje (23). Com a operação "Carga Pesada", que acontece permanentemente, o município quer garantir maior fluidez no trânsito nos horários de maior movimentação.

“O trabalho fiscalizatório que desempenhamos é constante, mas temos observado que muitos motoristas andam desatentos em relação à normativa. Um exemplo disso é a Ponte Benedito Figueiredo, liberada apenas para veículos leves e de pequeno porte. Desde a instalação da câmera de monitoramento, já registramos 30 autos de infração de caminhões que circularam irregularmente. Avaliando este frequente descumprimento da lei, vamos energizar a operação, alertando condutores, monitorando e realizando as devidas medidas punitivas em caso de infrações”, disse o secretário municipal de Mobilidade Urbana (Semob), Antenor Figueiredo.

Por lei, as restrições impõem algumas limitações necessárias para garantir a mobilidade urbana nos pontos de maior pico. Na região central, só podem circular caminhões com no máximo 10 toneladas. Acima desta medida, apenas entre às 20 e 6 horas. Já nos corredores das avenidas Fernando Corrêa e Miguel Sutil são permitidas a circulação de veículos com até 24 toneladas.

Acima disso, somente no mesmo horário pré-estabelecido. Em casos onde as cargas transportadas são perecíveis, nitrogênio, concreto e gás, é necessário que haja uma autorização especial de trânsito para circular nos pontos durante os horários de pico.

A intenção, conforme Figueiredo é ordenar o trânsito na cidade, com isso evitar engarrafamentos e, consequentemente, desgastes entre motoristas e ciclistas. “Vale ressaltar que a Semob já instalou placas de sinalização tanto na entrada da cidade, como em outros pontos críticos, onde o fluxo de automóveis é significativamente grande".

O secretário garante ainda que a regulamentação já é de conhecimento dos condutores e precisa ser aplicada corretamente para que Cuiabá tenha um trânsito saudável, sem desgastes que prejudiquem a qualidade de vida de condutores, pedestres, ciclistas e motociclistas. "A operação 'Carga Pesada' tem a responsabilidade também de garantir uma trafegabilidade segura e seus reflexos afetam positivamente a vida de todos que circulam pelas vidas da nossa capital”, acrescentou. (JD)



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto

· Porque a prefeitura, o estado, M.P., O.A  - mario marcio da costa e silva
· Afinal,quem fez a ponte?A chuva acabou,c  - Mario Márcio da Costa e Silva




19:56 Prévia da inflação registra menor acumulado em 12 meses
19:55 Meirelles reafirma crescimento
19:55 Boatos e especulações sobre a JBS lesam mercado estadual
19:55 "Estou com agenda ativa e reuniões intensas"
19:54 MT inicia colheita da sua ‘safrona’


19:54 Empresários demonstravam otimismo
19:35 Mil telefones foram grampeados, diz juiz.
19:35 TJ mantém Sérgio Ricardo afastado
19:35 Em nota, governo reafirma apoio às investigações
19:28 Irmãos Batista temiam ser presos em MT
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018