Quarta feira, 20 de março de 2019 Edição nº 14739 23/05/2017  










LEITORAnterior | Índice | Próxima

Pedido de empréstimo chega a Assembleia

Não quero parecer chato, mas sinceramente, não consigo me calar diante de situações que não consigo entender. Ora, assisti há pouco tempo o Deputado Wilson Santos, se posicionar clara e objetivamente a favor da rescisão do contrato do Estado com o consórcio responsável pelas obras do VLT. Na ocasião o Parlamentar argumentava que dentre as irregularidades havia superfaturamento e recebimento por serviço não executado, assim sendo ele exigia não só o rompimento do contrato como também a devolução da quantia recebida indevidamente, bem como a incriminação dos larápios (palavra de Wilson Santos). Isso dito num período de pré-campanha eleitoral, acontece que depois de ser derrotado para o cargo de Prefeito da Capital e receber como prêmio de consolação, a nomeação para a Secretária das Cidades, o discurso mudou, sim isso mesmo, mudou, a roubalheira que se alardeou, inclusive mensurada no valor R$. 360 milhões, foi "desconsiderada" assim sendo, foi lavrado um novo "acordo", onde o Governo do Estado "esquecia" o rombo e ainda desembolsaria mais R$, 600 milhões, para o término total, repito total das obras, depois, como num passe de mágica esse valor passou para R$ 900 milhões. Mas infelizmente, as incoerências não param por ai o Secretário teve o desplante de voltar ao parlamento para tentar modificar o relatório da CPI da copa, que apontava essa e outras irregularidades gravíssimas. No retorno ao executivo anuncia a retomada das obras, inclusive com prazo para o término e esclarece que "já se encontra em caixa" a quantia de R$. 300 milhões, assim sendo envia para Assembleia uma solicitação para autorização de empréstimo de mais R$. 800 milhões. Ai em que "sou meio surdo do olho esquerdo" não entendi nada. Ora se o novo acordo prevê o pagamento de R$, 920 milhões, e o Estado já possui R$ 300 milhões, o que falta são exatos R$ 620 milhões e não R$ 800 como se propõe, pelo menos é o que se conclui com uso da matemática. Quando vejo esse tipo de situação, me pergunto, não seria eu um "bobó txera" que não entende nada e quer ensinar político a "fazer conta"? Só pode ser isso, afinal, tem tanta gente sendo muito bem remunerada somente para fiscalizar "esse povo" e não diz nada, o que eu quero metendo o bedelho "onde não sou chamado”. Como diria Joãocuizarruim,larga mãoShomanno!

LEANDRO PINTO DE OLIVEIRA FILHO, Marceneiro, Cuiabá/MT

leandropintofilho@hotmail.com



Governo vai demolir casas na ‘Ilha da Banana’ Nome Julio Muzzi

Infelizmente o Brasil é "administrado" por burocratas que certamente consultando o Google emitiu um parecer totalmente incoerente, ser ver "in loco" a degradante situação que se encontra o local. Enquanto perdurar esse estado de coisa, o Brasil vai continuar com 15 e até 20 milhões de desempregados. Veja o nome do profissional que assinou o laudo e constate quanto ganha e se todos os meses se o salário não esta na conta até o dia 30. São esses e outros fatos que tem derrotado a nação brasileira. A corajosa decisão do deputado Wilson Santos tem o meu apoio e certamente do povo de Cuiabá, devendo "entrar" com um trator de esteira e só para a hora que concluir a presente demolição. O povo esta saturado de tanta burocracia, principalmente de quem pouco ou nada entende. Chega, vamos trabalhar.

JULIO MUZZI, Eng. Civil, Cuiabá/MT

julio.muzzi@hotmail.com



O mau-caráter do político nacional

Eu não diria melhor, ou, talvez carregasse mais nos adjetivos. Quanto a serem "... eleitos e reeleitos por incautos eleitores, que votam em qualquer mequetrefe, impulsionado pelo voto obrigatório.", eu acrescentaria: Esses são um percentual (%) menor, o maior (%) é daqueles que tem caráter semelhante, igual e, até, pior que o dos políticos em quem votam. Fazem parte daqueles que se consideram "espertos", buscando sempre beneficiarem-se, em quaisquer situações, com o "jeitinho brasileiro", tanto que, o que mais batalham é para se apegarem a políticos, a partir de "cabos eleitorais" e, a partir dai, lutarem por "empregos" públicos para si e para os seus. Assim, vê-se que não é muito fácil faxinar a política, por mais necessária que se faça essa faxina. Eu sei como...

JOÃO GALDINO DE MEDEIROS, Economista, Cuiabá/MT

jgaldinomedeiros@hotmail.com



Crea alerta para falhas graves na obra da Orla do Porto

Eis o resultado da pressa em entregar obras no último momento do mandato do ex-prefeito Mauro Mendes, dá nisso.

JULIANA SAMPAIO, estudante, Cuiabá/MT



Pecuária e garimpo ameaçam Pantanal

Não é só isto, também lavoura de soja com grande aplicação de herbicida e inseticida, ficando a 3 km. da Baia Siá Mariana, um dos maiores patrimônio que temos em nosso pantanal. Já foi denunciado e o Ministério Público nada faz.

PAULO ROBERTO OLIVEIRA, economista, Cuiabá/MT

proa719@hotmail.com



Governo vai demolir casas na ‘Ilha da Banana’

Com tantos problemas graves no Brasil de corrupção e outros o M.P. Federal fica caçando chifre na cabeça de cavalo (e o pior: vão encontrar). Acredito que nem sabe onde fica localizada esta famosa ilha. O IPHAN antes de se posicionar deve embasar-se em laudos de profissionais credenciados, gabaritados, caso contrario, só atrasos e prejuízos para a cidade. Pergunto: quando foi construído na Ilha salas com pré-moldados onde que vocês estavam?

MARIO MARCIO DA COSTA E SILVA, eng. Civil, Cuiabá/MT

mariomarcio1959@bol.com.br



Estado oferece a casais de MT Planejamento Familiar

Eu fui laqueada sem saber aos 19 anos com três cesarianas não fui comunicada de nada não tinha nenhum problema nas gestações nem fiz acompanhamento algum hoje com 32 anos não consigo engravidar porque um médico se achou no direito de fazer isso comigo!

RISI ESTINY, Manicure, Cuiabá/MT

Rigrestiny@hotmail.com



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




19:56 Prévia da inflação registra menor acumulado em 12 meses
19:55 Meirelles reafirma crescimento
19:55 "Estou com agenda ativa e reuniões intensas"
19:55 Boatos e especulações sobre a JBS lesam mercado estadual
19:54 Empresários demonstravam otimismo


19:54 MT inicia colheita da sua ‘safrona’
19:35 Em nota, governo reafirma apoio às investigações
19:35 TJ mantém Sérgio Ricardo afastado
19:35 Mil telefones foram grampeados, diz juiz.
19:28 Justiça nega acareação de Bosaipo e Riva
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018