Segunda feira, 22 de julho de 2019 Edição nº 14739 23/05/2017  










BRASIL EM CRISESAnterior | Índice | Próxima

Temer desiste de suspender inquérito

Presidente Michel Temer desiste de tentar suspensão de inquérito contra ele no Supremo Tribunal Federal

ISADORA PERON E BRENO PIRES
Da Agência Estado - Brasília

O advogado Gustavo Guedes afirmou ontem que a defesa do presidente Michel Temer entrou com um novo pedido no Supremo Tribunal Federal (STF) para que o inquérito contra o peemedebista não seja mais suspenso. A declaração foi dada após um encontro com o ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato na Corte.

Segundo Guedes, a defesa se sentiu atendida com o deferimento do pedido para que fosse realizada uma perícia no áudio da conversa entre Temer e o empresário Joesley Batista, da JBS.

"Eu vim dizer (a Fachin) que, diante desse deferimento, não víamos mais a necessidade de suspender o processo e que o presidente quer que esse assunto seja resolvido o mais rápido possível", disse.

Segundo ele, Temer quer que o processo siga o curso normal e que fique comprovada a inocência do peemedebista. "O presidente quer dar essa resposta ao País o mais rapidamente possível", disse.

Guedes afirmou ainda que a equipe que defende Temer no caso encomendou uma perícia particular do áudio e que foram constatados cerca de 70 pontos de "obscuridade" na gravação. O resultado completo dessa nova análise técnica vai ser apresentado às 18h desta segunda-feira, 22. "Na nossa avaliação, já não há dúvida, há convicção de que este áudio é imprestável", disse.

O novo pedido protocolado no STF muda a estratégia de defesa de Temer, que na semana passada pediu para que o inquérito fosse suspenso. Inicialmente, o julgamento dessa questão de ordem estava marcado para a próxima quarta-feira, 24, mas nesta segunda a presidente da Corte, Cármen Lúcia, afirmou que o pedido do peemedebista só seria levado a plenário após a conclusão da perícia no áudio gravado pelo empresário da JBS.

O julgamento de quarta era esperado com ansiedade pela classe política. A base aliada de Temer aguardava o resultado e o posicionamento dos ministros para decidir se permanecia ou não ao lado do peemedebista.

PERÍCIA - O perito Ricardo Molina afirmou, em entrevista coletiva convocada pela defesa de Temer, que a gravação contém uma série de falhas, como trechos descontínuos e ruídos que impedem entender o que é dito. "Em um processo normal essa gravação sequer seria aceita como prova, em função do excesso de vícios que ela tem", afirmou o perito. Molina afirmou que não é possível comprovar a autenticidade da gravação. O perito afirmou que um dos princípios da perícia em gravações do tipo é o técnico que faz a análise partir do pressuposto de que o áudio foi adulterado e então realizar testes para tentar comprovar sua autenticidade. "Nesse caso consigo garantir pra vocês: não é possível provar [que a gravação é autêntica]. Por isso, a prova é imprestável", disse Molina.

GRAVADOR - A Polícia Federal recebeu nesta segunda-feira, 22, da Procuradoria-Geral da República um dos gravadores que teriam captado conversas entre o dono da JBS, Joesley Batista, e seus interlocutores.

Não foi discriminada a qual das conversas da delação do empresário esse equipamento se refere. Ainda resta um outro gravador a ser recebido.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




19:56 Prévia da inflação registra menor acumulado em 12 meses
19:55 Meirelles reafirma crescimento
19:55 Boatos e especulações sobre a JBS lesam mercado estadual
19:55 "Estou com agenda ativa e reuniões intensas"
19:54 MT inicia colheita da sua ‘safrona’


19:54 Empresários demonstravam otimismo
19:35 Mil telefones foram grampeados, diz juiz.
19:35 TJ mantém Sérgio Ricardo afastado
19:35 Em nota, governo reafirma apoio às investigações
19:28 Irmãos Batista temiam ser presos em MT
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018