Quarta feira, 22 de maio de 2019 Edição nº 14737 19/05/2017  










EMPREGO/IBGEAnterior | Índice | Próxima

Taxa de desemprego aumenta em MT

MARIANNA PERES
Da Editoria

Mato Grosso está entre os 25 estados brasileiros em que a taxa de desocupação (desemprego) aumentou na comparação entre o primeiro trimestre de 2017 ante o mesmo período do ano passado. Estimada em 10,5%, a taxa aumentou em 1,4 ponto percentual (p.p.). Já em relação ao trimestre anterior, referente aos meses de outubro, novembro e dezembro do ano passado, também há uma pequena variação, que a taxa de desocupação naquele momento, encerrou 2016 em 9,5%.

Os dados foram divulgados ontem por meio da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), realizada pelo IBGE. No Centro-Oeste, Mato Grosso teve a segunda menor taxa, 10,5%, atrás da registrada em Mato Grosso do Sul, 9,8%. A liderança regional é conduzida pelo Distrito Federal, 14,1%, seguida por Goiás, 12,7%.

Ainda conforme os dados da Pnad, nesse primeiro trimestre do ano, a ‘População em Idade de Trabalhar’, no Estado, foi estimada em 2.605 mil pessoas, aumentando em 57 mil pessoas, 2,3% em relação ao mesmo período do ano anterior. E a pesquisa mensura a taxa de desocupação, justamente do universo de pessoas na força de trabalho, compostas pelo grupo ‘População em Idade de Trabalhar’.

Com relação à ‘População Ocupada’, esse universo foi estimado em 1.470 mil pessoas, e segundo a Pnad, “não apresentou variação estatisticamente significativa em relação ao mesmo período do ano anterior. Entretanto, em relação ao trimestre anterior, -39 mil pessoas, ou seja, variação de - 2,6%, ou seja, perda de pessoas no mercado”.

Sobre o ‘Rendimento Médio Real Habitual de Todos os Trabalhos’, o valor em Mato Grosso, nesse primeiro trimestre, foi estimado em R$ 2.111, não apresentando variação estatisticamente significativa em relação ao mesmo período do ano anterior. Todavia, houve um aumento de 6,7% em relação ao trimestre anterior, quando a média era de R$ 1.978.

BRASIL - No primeiro trimestre de 2017, a distribuição da população brasileira em idade de trabalhar, composta pelas pessoas que estavam na força de trabalho (total de pessoas ocupadas e desocupadas) e pelas pessoas fora da força de trabalho foi de 61,6% e 38,4%, respectivamente.

Regionalmente, verificou-se que no Nordeste, a taxa de participação na força de trabalho (percentual de pessoas na força de trabalho da população de 14 anos ou mais de idade), foi de 54,7%, inferior à taxa observada nas demais regiões, por outro lado, a região Centro-Oeste apresentou a maior taxa, 65,2%.

Do contingente da população em idade de trabalhar que estava na força de trabalho, 86,3% se encontravam ocupados e 13,7% desocupados.

No primeiro trimestre de 2017, no Brasil, cerca de 36,1% da população fora da força de trabalho era composta por idosos (pessoas com 60 anos ou mais de idade). Aqueles com menos de 25 anos de idade somavam 27,8% e os adultos, com idade de 25 a 59 anos, representavam 36,0%. As regiões Sul (42,8%) e Sudeste (40,9%) apresentaram os maiores percentuais de idosos fora da força de trabalho.

A população fora da força de trabalho era composta em sua maioria por mulheres. No primeiro trimestre de 2017, elas representavam 65,2%. Em todas as regiões o comportamento foi similar. Essa configuração não se alterou significativamente ao longo da série histórica disponível.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




19:58 Time uruguaio é punido pela Conmebol
19:57 Jorge Sampaoli já admite assumir a seleção argentina
19:56 Rogério Ceni assume culpa pela má fase do São Paulo
19:55 Cuiabá busca a sua primeira vitória
19:54 Luverdense pega o CRB de Alagoas


19:53 Tite não chama Neymar, Marcelo e Daniel
19:52 Temer será investigado por corrupção e obstrução à Justiça
19:51 Lula e Dilma tinha conta de US$ 150 mi
19:49 JBS distribuiu propina a 1.829 políticos
19:45 Saída só irá precipitar a “catástrofe”
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018