Quinta feira, 21 de março de 2019 Edição nº 14733 13/05/2017  










GRAMPO ILEGALAnterior | Índice | Próxima

Taques nega ter mandado fazer grampo

Governador diz que ex-secretário Mauro Zaque fraudou documentos e que vai processá-lo

DINALTE MIRANDA/DC
Pedro Taques explicou que a denúncia apresentada pelo seu ex-secretário Mauro Zaque à PGR foi baseada em documentos que classificou como “fraudulentos”
PABLO RODRIGO
Da Reportagem

O governador Pedro Taques (PSDB) negou que tenha solicitado grampos ilegais contra políticos, empresários, advogados e jornalistas conforme denúncia apresentada junto à Procuradoria Geral da República (PGR) pelo ex-secretário de Segurança e promotor de justiça Mauro Zaque. Taques diz nunca solicitou escutas ilegais e não tinha conhecimento da denúncia.

“Eu nunca pedi para quem quer que seja que isso fosse feito. E isso se o fato for verdadeiro. Eu nunca pedi. E se a pessoa diz que eu tinha conhecimento dessa central de escuta, ela terá que provar”, disse o governador durante coletiva de imprensa realizada nesta sexta-feira (12).

Taques explicou que a denúncia encaminhada por Zaque à PGR, alegando que teria protocolado a denúncia dos grampos no gabinete do governo. Porém, a PGR remeteu a denúncia ao Ministério Público Estadual (MPE) por falta de provas de que pessoas com foro privilegiado tinha participação ou conhecimento da denúncia. “A denúncia que o ex-secretário Mauro Zaque protocolou na PGR dizia que o governador sabia dessa central de escuta clandestina. Porém, o procurador-geral da República entendeu que não existia participação de pessoas dotadas de foro privilegiado e devolveu ao Ministério Público Estadual”, revelou o governador.

O chefe do Executivo estadual ainda explicou que a denúncia apresentada pelo seu ex-secretário à PGR foi baseada em documentos que classificou como “fraudulento”.

“Eu fiquei sabendo na quinta-feira (11) por conta do repórter do Fantástico que existia um documento protocolado do dia 14 de outubro de 2015, feito por Mauro Zaque com vários documentos anexados. Eu nunca fui procurado por uma equipe do Fantástico e informado que o caso será divulgado na edição deste domingo (14). Relata que foi informado pela reportagem de que além do documento do dia 8 de outubro, o promotor Mauro Zaque tinha feito um segundo protocolo no Palácio do Governo no dia 14 de outubro de 2015 juntando vários documentos e anexos com dezenas de páginas. Eu nunca tive acesso a esse ofício”, atestou o tucano alegando que o documento entrou na Casa Civil, mas não teve nenhuma circulação. Porém quando fomos investigar esse documento protocolado remete sobre um processo da Sinfra. Portanto é uma fraude. Não tem nada a ver com o que ele alegou na PGR. “Fraude”, disse Taques.

“Eu só posso tomar providências de alguma coisa se eu tiver conhecimento do assunto. Eu só poderia tomar alguma decisão se eu tivesse conhecimento desse documento”, pontua.

O governador ainda explicou que diante das denúncias que considerou “grave das escutas telefônicas ilegais, decidiu adotar várias providências. “Isso tem que ser investigado”. As medidas que eu já tomei foi à exoneração do meu advogado Paulo Taques, que estava respondendo pela Casa Civil para que ele faça a defesa do único patrimônio que tenho que é a minha honra no Ministério Público Estadual e Federal”, disse Taques que também anunciou várias representações contra o promotor de justiça Mauro Zaque.

“Eu estou representando o promotor Mauro Zaque na Procuradoria Geral de Justiça (PGJ), no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e a Procuradoria Geral da República (PRG). Ele disse que através desse documento eu sabia do caso. Eu nunca vi esse documento e é uma fraude esse protocolo. E também disse que o comandante da PM disse dos grampos. Isso eu nunca pedi isso para o comandante da PM. E isso precisa ser investigado”, afirmou.

O governador ainda solicitou ao atual secretário de Segurança Pública, Rogers Jarbas investigue o caso.

“Nós vamos instaurar um procedimento investigatório junto a Polícia Judiciária Civil e vou pedir para que o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) para que pare o “Sistema Guardião” que é responsável pelas interceptações telefônicas para atividades investigativas”, disse Roger Jarbas lembrando que o “Sistema Guardião” pertence ao Gaeco e que o canal fica dentro da Policia Militar através de um Termo de Cooperação Técnica entre a PM e o Gaeco.

A denúncia de que várias autoridades políticas teriam sido grampeadas ilegalmente, veio à tona na última quinta-feira (11) quando uma equipe de jornalismo do Fantástico da Rede Globo chegou a Cuiabá realizando várias entrevistas com pessoas que foram alvo da “arapongagem”.

A deputada estadual Janaina Riva (PMDB), principal opositora do governo Taques gravou para o Fantástico.

Outros deputados estaduais e federais, juízes, desembargadores, promotores e conselheiros do TCE, jornalistas e empresárias também teriam sido alvos da ilegalidade de escutas.

O advogado José do Patrocínio também gravou entrevista para o Fantástico. Patrocínio foi coordenador jurídico de campanha do petista Lúdio Cabral, nas eleições de 2014.

A denúncia, dos grampos ilegais, partiu do promotor de Justiça, Mauro Zaque, que foi secretário de Segurança Pública e deixou o executivo estadual em 2015, em uma queda de braço com o, agora ex-secretário da Casa Civil, Paulo Taques.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto

· Se não mandou, se beneficiou. Por que nã  - Ademar Adams
· Quem não sabe de nada somos nós: os elei  - wilson




20:27 Taques disse que recebeu denúncia de Mauro Zaque
20:27 Eduardo Botelho diz que saída de Paulo Taques não ‘muda nada’
20:27 OAB cobra explicações do Governo sobre suposto grampo
20:26 Taques nega ter mandado fazer grampo
20:25 TCE nega recebimento de propina


20:25 Nadaf acusa TCE de receber propina
19:53 85% devem gastar menos com presente
19:52 Estudo revela que o Brasil lidera produtividade mundial
19:52 IMAMT busca resistência ao bicudo
19:52 23% têm perfil de ‘bons pagadores’
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018