Quarta feira, 20 de março de 2019 Edição nº 14733 13/05/2017  










Anterior | Índice | Próxima

Corinthians pega Chapecoense e promete lutar por vitória

Da agência Estado – São Paulo

O Corinthians começa o Campeonato Brasileiro de 2017 hoje, às 19h00, no Estádio de Itaquera, contra a Chapecoense, e em busca da vitória, bem diferente do que em anos anteriores. Tanto com relação ao elenco como na expectativa para a temporada Se o clube tem algum objetivo maior do que apenas não ser rebaixado, será necessário reforçar o elenco. O setor mais carente é o de ataque. É preciso opções além de Jô. Essa deficiência ficou clara na eliminação na Copa do Brasil e em outras partidas marcadas por "vitórias econômicas" (leia-se 1 a 0).

Nem a boa (e até surpreendente) campanha no Campeonato Paulista, que resultou no título sobre a Ponte Preta, encobre as deficiências do time do técnico Fábio Carille. O que deu certo até agora? O esquema tático montado pelo treinador, que aposta na marcação para montar um sistema defensivo seguro (o time sofre poucos gols).

Carille começou bem o ano, mas sabe que se o Corinthians fraquejar ao longo da competição e correr risco de rebaixamento, poderá ser demitido no meio da campanha. Além do Brasileirão, o time só tem a disputa da Copa Sul-Americana até o final da temporada. Na Copa do Brasil, a eliminação veio na quarta fase, antes da entradas das equipes que jogam a Copa Libertadores, para o Internacional.

As surpresas de 2017 ficam por conta das atuações do zagueiro Pablo, que veio do Bordeaux, do lateral-esquerdo Guilherme Arana e do volante Maycon - estes dois últimos formados nas categorias de base. O meia Rodriguinho se mantém como um destaques do time, Jô se mostrou fundamental em clássicos e Jadson, talvez por ainda estar em processo de readaptação ao futebol brasileiro após um período na China, ainda não fez jus à sua contratação, embora tenha decisivo na reta final do Paulistão, marcando um golaço no primeiro jogo da decisão com a Ponte Preta.

A expectativa para este início de Brasileirão é a contratação de reforços, que já foi prometida pela diretoria apesar da falta de dinheiro no clube.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




20:27 Taques disse que recebeu denúncia de Mauro Zaque
20:27 Eduardo Botelho diz que saída de Paulo Taques não ‘muda nada’
20:27 OAB cobra explicações do Governo sobre suposto grampo
20:26 Taques nega ter mandado fazer grampo
20:25 TCE nega recebimento de propina


20:25 Nadaf acusa TCE de receber propina
19:53 85% devem gastar menos com presente
19:52 Estudo revela que o Brasil lidera produtividade mundial
19:52 IMAMT busca resistência ao bicudo
19:52 23% têm perfil de ‘bons pagadores’
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018