Terça feira, 18 de junho de 2019 Edição nº 14733 13/05/2017  










PARQUE DAS ÁGUASAnterior | Índice | Próxima

Prefeitura vai investigar morte de peixes na lagoa

Da Reportagem

Novo vazamento em uma rede de esgoto, que passa pelo Parque das Águas, pode ter sido a causa da morte de inúmeros peixes na Lagoa Paiaguás, que fica no Centro Político Administrativo (CPA), em Cuiabá. O escoamento dos dejetos “in natura” foi detectado no último dia 03 deste mês pela Prefeitura Municipal. Já os peixes mortos começaram a aparecer nesta última semana.

Nos últimos dois dias, cerca de 200 espécimes, a maioria carpas, foram retiradas do lago por funcionários que trabalham no parque, hoje um dos principais pontos turísticos da capital. Detectado por pelo menos duas vezes, o recente vazamento causou mau cheiro e poluiu ainda mais o ambiente dos animais que habitam o lugar.

O primeiro vazamento ocorreu em fevereiro passado, quando a administração municipal criou uma força-tarefa para identificar a origem dos dejetos sem tratamento que estavam sendo despejados irregularmente na lagoa. Na época, a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos informou que 16 órgãos públicos, sendo 15 estaduais e um federal eram responsáveis pelo problema. Eles foram notificados, mas não tiveram os nomes divulgados.

Após a ocorrência do segundo vazamento, o secretário José Roberto Stopa classificou o problema como questão ambiental e chegou fazer um apelo às autoridades para que tomassem providências no sentido de evitar que este crime continue acontecendo. Por meio da assessoria de imprensa, Stopa alertou para os possíveis riscos à fauna e a rica flora existente no local.

Além disso, lembrou o parque é frequentado, a cada final de semana, por cerca de 20 mil pessoas, não podem respirar esgoto. “Estamos há oito meses pedindo providências aos órgãos responsáveis. Na verdade, estamos pedindo apenas um pouquinho de amor por Cuiabá. E esta é uma questão de amor pela cidade, não permitindo que o esgoto vá poluir esse que, pra mim é um dos mais belos cartões postais da cidade. Às vezes, as pessoas não acreditam na gravidade ou não valorizam a questão ambiental...”, disse. O secretário anunciou ainda que o município entraria com uma denúncia junto ao Ministério Público do Estado (MPE) pedindo providências.

Até o momento, não há sinal de que outros animais, como aves e jacarés correm risco. Porém, a prefeitura deve encaminhar uma amostra da água para análise, que deverá ser feito pela CAB Cuiabá. O parque foi inaugurado em dezembro de 2016 do ano passado pelo ex-prefeito Mauro Mendes, mas ainda continua em obras. (JD)



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto

· DESAFIO AO WORLD BANK SIMPÓSIO de g  - joão de deus ferreira




06:04 BOA DISSONANTE
06:03 Será que vai dar certo?
06:02 Greve na educação
06:02 13 de junho, da guerra e da copa
06:02 Insaciável máquina do desperdício


06:01 Alento na segurança
05:59
05:58 Vazamento a conta-gotas não permite avaliar mensagens
05:56 Deputado marido de Greenwald relata ameaças de morte à PF
05:54 Odebrecht finaliza pedido de recuperação judicial
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018