Terça feira, 25 de junho de 2019 Edição nº 14725 03/05/2017  










BALANÇA COMERCIAL Anterior | Índice | Próxima

Superavit de abril é recorde

Da Agência Estado – Brasília

A balança comercial brasileira registrou um superávit de US$ 6,96 bilhões em abril, de acordo com dados divulgados pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC). O saldo positivo é resultado de exportações de US$ 17,68 bilhões e importações de US$ 10,71 bilhões no mês.

Esse foi o melhor resultado para o mês na série histórica, iniciada em 1989. O superávit comercial de abril ficou dentro do intervalo de projeções (de US$ 4,8 bilhões a US$ 7,65 bilhões) e ligeiramente abaixo da mediana das previsões (US$ 7 bilhões). No mesmo mês do ano passado, recorde anterior, o superávit no comércio exterior havia sido de US$ 4,86 bilhões.

Na quarta semana de abril (dias 24 a 30), houve superávit de US$ 1,78 bilhão, decorrentes de US$ 4,61 bilhões em embarques e US$ 2,82 bilhões em compras do exterior.

Pela média diária de exportações, houve crescimento de 27,8% nas exportações em abril na comparação com o mesmo mês em 2016, principalmente pelo desempenho dos bens básicos (alta de 29,2%). As vendas de produtos semimanufaturados subiram 27,5% e as de manufaturados aumentaram em 25,7%.

Já as importações subiram 13,3% ante abril do ano passado, com alta nos gastos com combustíveis e lubrificantes (28,5%), bens intermediários (16,5%) e bens de consumo (6,3%). Já as compras de bens de capital recuaram 5,9%.

No acumulado do ano até abril, a balança comercial registra superávit de US$ 21,38 bilhões, resultado de exportações de US$ 68,14 bilhões e importações de US$ 46,72 bilhões. O saldo no primeiro quadrimestre também é o melhor para o período na série histórica. Entre janeiro e abril de 2016, o saldo acumulado foi de US$ 13,25 bilhões.

PROJEÇÃO – “Considerando o resultado recorde, a estimativa do MDIC é a de que tenhamos mais de US$ 55 bilhões de dólares de superávit anual”, declarou o secretário de Comércio Exterior do MDIC, Abrão Neto, redefinindo para cima a expectativa anterior, que era de atingir um saldo positivo de cerca de 50 bilhões de dólares em dezembro de 2017, superando o recorde registrado em 2016 (US$ 47,7 bilhões).



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




18:40 MP denuncia Arcanjo e mais 32 envolvidos com jogo do bicho
18:39 O papel da assessoria de imprensa
18:38 Ferrovia para trazer
18:38 Viva João Batista!
18:37 A tragédia da educação


18:37 Avante Luverdense
18:36 Disney lança série adolescente com primeira protagonista brasileira
18:36
18:35 Ian McEwan: estamos nos afogando na irracionalidade
18:33 Paulo Fernandes volta à sua terra natal para show e gravação de DVD
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018