Sexta feira, 24 de maio de 2019 Edição nº 14725 03/05/2017  










REPRESÁLIAAnterior | Índice | Próxima

PSB destitui todo diretório no Estado

Deputado federal Fábio Garcia corre risco de expulsão por ter votado a favor da reforma trabalhista

ARQUIVO
Fábio Garcia vai recorrer da decisão da Executiva Nacional do PSB que destituiu toda a direção estadual
KAMILA ARRUDA
Da Reportagem

A executiva nacional do Partido Socialista Brasileiro (PSB) destituiu todo o diretório regional da sigla em Mato Grosso. A decisão é reflexo do posicionamento do deputado federal Fábio Garcia, presidente regional da legenda, na votação do projeto que trata sobre a reforma trabalhista no Congresso Nacional.

O parlamentar socialista votou a favor da reforma proposta pelo Governo federal, transgredindo a orientação do partido, que decidiu voto fechado de sua bancada contra a reforma. A votação ocorreu na última quarta-feira (26).

A destituição de todo o diretório se deve ao fato de os demais membros terem apoiado a postura de Garcia frente ao tema. Além do deputado, também faziam parte do diretório o ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes, o presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho, e o deputado federal Adilton Sachetti.

A Justiça Eleitoral já foi informada sobre a decisão tomada pela legenda. As lideranças de Mato Grosso formavam um diretório provisório, tendo em vista que, segundo o regimento interno do partido, para ser considerado diretório estadual, é preciso que a sigla consiga, a cada eleição, o mínimo de 5% dos votos para a Câmara Federal, conquistando sua independência.

Como isso não ocorreu, o diretório no Estado está sujeito às decisões tomadas pela direção executiva nacional. Desta forma, cabe a Nacional escolher o novo presidente e ele, por sua vez, escolhe o restante da equipe que irá compor a coordenação do partido no estado.

Além de Garcia, outros quatro deputados federais do PSB também votaram a favor da reforma trabalhista. Trata-se de Danilo Forte, do Ceará; Maria Helena, de Roraima e Teresa Cristina. Todos também foram destituídos.

No total de 30 deputados federais do PSB presentes na votação desta madrugada, 14 foram contra a orientação do partido e correm o risco de serem expulsos da entidade.

Assim que souberam do fato, os parlamentares se uniram e protocolaram um recurso pedindo a revogação da decisão do presidente nacional da sigla.

RECORRER - O deputado federal Fábio Garcia irá recorrer da decisão da Executiva Nacional do PSB que destituiu toda a direção estadual em Mato Grosso da qual o parlamentar presidia. O documento será encaminhado conjuntamente com outros três correligionários que também sofreram as mesmas sanções - deputados Danilo Forte (CE), Tereza Cristina (MS) e Maria Helena (RO), por terem votado a favor da reforma trabalhista que teve o seu texto base aprovado na última quarta-feira (26) com 296 votos a favor e 177 contra.

O parlamentar ainda defendeu o seu voto dizendo que o objetivo foi “modernizar” às leis trabalhistas. “Por um país mais justo, eficiente e por mais emprego para os brasileiros, votei a favor da modernização das leis trabalhistas. Uma lei que não suprime direitos dos trabalhadores, mas que se adequa as necessidades de um novo mundo e que é importante para que o Brasil seja competitivo e volte a gerar empregos a milhões de brasileiros”, disse o deputado por meio de nota.

Garcia ainda disse que exerceu o direito da democracia para se posicionar de acordo com o que achava melhor para o Estado e Brasil.

“Milhões de brasileiros se sacrificaram para que hoje vivêssemos em um país democrático, onde as pessoas têm o direito de se expressar, de opinar e de se posicionar. A democracia é uma conquista importante do país da qual não podemos abrir mão. Foi ela que me permitiu ser eleito deputado federal pelo PSB com mais de 104 mil votos e assim poder, no exercício do mandato, lutar pelo melhor para Mato Grosso e para o Brasil”, defende o socialista. (Colaborou Pablo Rodrigo)



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto

· Socialista?!... que vota a favor da prec  - Jorge Sá




20:01 Governo prepara para asfaltar estrada do Guardanapo
20:01 Wilson deve voltar hoje para Secid
19:45 Justiça manda governo entregar dados a sindicatos
19:45 MPE e Governo de MT chegam a acordo
19:45 Deputado Zeca Viana pede providências do MP


19:44 Com medo, após o caso aparecer na mídia, advogado denunciou esquema
19:44 Defaz prende três agentes de tributos
19:36 Manejo de pragas e liderança em debate nesta 5ª
19:36 Transações de usados crescem 6%
19:35 Receita tem melhor saldo do ano em MT
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018