Quinta feira, 14 de dezembro de 2017 Edição nº 14719 21/04/2017  










RELAÇÃO SEXUAL COM CÃOAnterior | Índice | Próxima

Polícia caça estudante que fez vídeo

WILLIAN SILVA
Da Reportagem

O estudante de odontologia Emerson Fernandes Pedroso que gravou um vídeo mantendo relação sexual com uma cadela, é considerado foragido pela Polícia Civil de Cuiabá. O pedido de prisão expedido nesta quinta-feira (20), pela Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema).

O vídeo começou a circular no início desta semana nas redes sociais, porém tomou grande proporção, na quarta-feira (19), quando a gravação chegou até membros de Ongs de proteção aos animais.

O vídeo mostra o estudante mantendo relação sexual com sua cadela de estimação falando as seguintes palavras; “Para os amigos que ainda não tinha visto meu vídeo” e também, ”galera ela tá no cio”.

O caso gerou revolta e comoção social, levando Organização de Proteção Animal de Mato Grosso (OPA), a registrar uma denúncia contra o estudante nesta quarta da Delegacia de Meio Ambiente.

O delegado Gianmarco Paccola Capoani disse que as investigações começaram ainda na quarta. "Os trabalhos se prolongaram por toda a noite de ontem (quarta), até a manhã desta quinta-feira (20), com a representação do pedido de prisão do rapaz”, disse o delegado.

Os investigadores foram à residência do estudante, no bairro Pedra 90, porém ele não foi encontrado. A Polícia acredita que, após ele ficar sabendo que seu vídeo havia vazado e que estava sendo procurado pela polícia, ele teria fugido de casa.

Segundo a Dema, Emerson Fernandes seria membro de um grupo de zoófilos denominado ezoo.zoo, com outras pessoas que têm atração sexual por animais de outras espécies. "Essas pessoas teriam por prática ilícita o contato físico com animais e, na sequência, a filmagem de tais atos que circularia entre os indivíduos do grupo", explicou.

Esses integrantes ainda estão em processo de identificação.

No pedido de prisão, o delegado ponderou a repercussão social das "cenas criminosas filmadas pelo próprio indiciado e publicadas posteriormente nas redes sociais, que geraram repugnância maciça na sociedade", diz um trecho do pedido.

O delegado Gianmarco Paccola alerta pela necessidade mandado de busca e apreensão para coleta de provas, em computadores e/ou celulares, bem como do resgate de animais que vivem no endereço do suspeito, para maior profundidade do resultado das investigações.

Segundo a Delegacia de Meio Ambiente, Emerson Fernandes foi indiciado nos delitos praticados e deve responder por maus tratos de animais e associação criminosa.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




19:37 Eduardo Botelho defende fim do foro privilegiado
19:37 Federal cumpre mandados em endereços de José Riva
19:36 Lucimar Campos diz que pesquisa mais a estimula
19:36 Senador aprova liberação do FEX para os Estados
19:36 Naco abre inquérito contra Silval e Savi


19:35 Emanuel Pinheiro tem reprovação de 61%
19:22 STF: 5 a 4 para vetar revisão de prisão
19:22 BOA DISSONANTE
19:21 Sem anistia e sem ‘bem-estar’?
19:21 O penhasco, a cabana e a previdência
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2015