Sexta feira, 28 de abril de 2017 Edição nº 14696 18/03/2017  










MT PREVAnterior | Índice | Próxima

Deputados retiram assinatura e ‘matam’ CPI

PABLO RODRIGO
Da Reportagem

A deputada estadual Janaína Riva (PMDB) acusou o governo Pedro Taques (PSDB) de interferência na Assembleia Legislativa para que os deputados da base aliada retirassem as assinaturas do requerimento para criação da Comissão Parlamentar de Inquérito que investigaria o Fundo Previdenciário de Mato Grosso - MT Prev.

Segundo a parlamentar em vídeo publicado em sua página do Facebook, três parlamentares retiraram suas assinaturas.

"Muito diferente do que o líder do governo Dilmar Dal'Bosco (DEM) disse, de que o governo não estaria fazendo pressão para que alguns deputados retirassem as assinaturas, não foi isso o que aconteceu. Aconteceu que o governo pediu para os deputados retirarem as assinaturas", disse a deputada Janaína, revelando os nomes dos colegas de parlamento.

"Os deputados Eduardo Botelho (PSB), Guilherme Maluf (PSDB) e Adriano Silva (PSB) retiraram suas assinaturas", revelou.

A peemedebista também disse que Eduardo Botelho condicionou a criação da CPI do MT Prev a sua não participação na comissão, caso contrário, os deputados retirariam as assinaturas.

"Eles colocaram ainda outra condição: de que se eu abrisse mão de participar da CPI, a CPI poderia existir. Eu já havia proposto que não seria a relatora ou presidente da CPI. Abri mão desse direito e passei para o deputado José Domingos Fraga (PSD), mas eles disseram que eu não poderia participar da CPI", afirmou a parlamentar, dizendo que não aceitará o que chamou de "chantagem".

"Resolvi não aceitar essa chantagem comigo em me tirar da CPI. Então pelo que foi me dito na Assembleia pelo deputado Botelho, os deputados da base iriam retirar as suas assinaturas", explicou.

Diante disso, Janaína já dá a CPI do MT Prev como "enterrada",

"Infelizmente não vamos poder fazer as investigação sobre o rombo dos R$ 800 milhões no MT Prev porque os deputados da base aliada vão retirar suas assinaturas a pedido do governador Pedro Taques".

O objetivo da CPI, segundo a deputada, seria investigar supostas irregularidades no MT Prev, que tem um rombo de quase R$ 800 milhões.

A deputada disse que diante da não criação da CPI ela enviará as denúncias recebidas ao Ministério Público do Estado.

A nossa reportagem entrou em contato com o presidente da Assembleia, mas até o fechamento desta edição ele não atendeu as nossas ligações.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




19:57 Indea/MT acompanhará vacina na fronteira com a Bolívia
19:57 Deficit do governo federal é o pior dos últimos 21 anos
19:57 GT busca norma federal para praga
19:56 Conab lança operações para MT dia 4
19:56 Postos seguram repasses dos reajustes


19:05 Tribunal reprova prestação de contas do PSDB e do PT
19:04 Executivo da OAS diz que foi mostrar projetos a Lula
19:04 Delator pede para ser ouvido de novo
19:03 Ministros defendem ‘pacificação’
19:03 Partido já cogita eleição sem Lula
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2015