Domingo, 23 de julho de 2017 Edição nº 14677 17/02/2017  










OPERAÇÃO SOBRECARGA Anterior | Índice | Próxima

Federal prende piloto interceptado pela FAB

Da Reportagem

A Polícia Federal desencadeou ontem uma Operação para desarticular uma organização criminosa envolvida com tráfico internacional de drogas nos estados de Mato Grosso, Goiás e São Paulo. A operação Sobrecarga culminou na prisão do piloto e passageiro do avião interceptado pela Força Aérea Brasileira (FAB) no início deste mês em Santo Antônio de Leverger com mais de 237 quilos de cocaína.

Segundo a Polícia Federal, ao todo foram três mandados de prisão preventiva, três mandados de prisão temporária, nove mandados de busca e apreensão e cinco mandados de condução coercitiva. Os mandados expedidos pela 5ª Vara Criminal Federal de Mato Grosso foram cumpridos nas cidades de Cuiabá (MT), Várzea Grande (MT), Rondonópolis (MT), Santo Antônio de Leverger (MT), Alta Floresta (MT), Goiânia (GO), Indiara (GO) e Penápolis (SP).

As investigações apontaram que os suspeitos vinham fazendo o transporte de pasta-base de cocaína que vinha da Bolívia. Para isso, utilizavam aeronaves de pequeno porte que pousavam em pistas clandestinas no Brasil. A droga era distribuída para os principais centros do país com o destino final o mercado internacional.

As investigações apontam o suposto envolvimento dos suspeitos com o transporte de cerca de 237,7 kg de cocaína localizados em um avião interceptado pela Força Aérea Brasileira (FAB), em Santo Antônio de Leverger (MT), no último dia 3. O piloto foi preso em Goiânia e o passageiro da aeronave, em Cuiabá.

No dia 3 de fevereiro, a aeronave de pequeno porte, que fazia um voo clandestino (sem autorização das autoridades aeronáuticas), recebeu determinação via rádio para que pousasse obrigatoriamente em Santo Antônio de Leverger, local onde uma equipe da Polícia Federal faria inspeção e verificação da documentação. No entanto, o piloto arriscou sua própria vida e a do “passageiro”, pousando em uma estrada de terra na zona rural do município.

No interior da aeronave danificada foram localizadas várias bolsas de viagem contendo “tijolos” de cocaína. O piloto e o passageiro conseguiram fugir do local antes da chegada da polícia. Os presos serão indiciados pelo crime de tráfico internacional de drogas, associação ao tráfico e lavagem de capitais.

Mato Grosso, que tem mais de 900 quilômetros de fronteira com a Bolívia, acaba sendo uma porta de entrada para os entorpecentes. Fazendas, tráfico aéreo, mochileiros, correios e compartimentos de veículos são algumas das táticas utilizadas pelos traficantes. O uso de aeronaves de pequeno porte que pousam em pistas clandestinas tem sido cada vez mais corriqueira pelo tráfico internacional de drogas. (AA)



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




20:10 Federação dos postos diz que alta será repassada à bomba
20:10 Fundação MT inicia mais uma edição
20:10 Boa distribuição favoreceu lavouras
20:09 Grãos, carnes e frutas são destaques do estudo do Mapa
20:09 Aprosoja vai a campo para acompanhar Vazio Sanitário


20:09 MT vai ampliar participação na produção
20:02 Deputado Fábio Garcia é sondado pelo ‘novo DEM’
20:02 Taques evita falar sobre saída do PSDB
20:01 Governador volta a negar qualquer envolvimento
20:01 Favaro considera o PSD o fiel da balança na eleição
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2015