Sexta feira, 18 de janeiro de 2019 Edição nº 14661 26/01/2017  










LEI SECAAnterior | Índice | Próxima

Operações resultaram em 159 flagrantes de embriaguez no trânsito em 2016

Da Reportagem

Muitos motoristas insistem em desrespeitar a legislação e constantemente são flagrados dirigindo sob o efeito alcoólico, em Mato Grosso. Somente no ano passado, as operações da “Lei Seca” resultaram em 159 flagrantes no trânsito de embriagues.

Ao todo, no ano passado foram realizados 4.214 testes de alcoolemia, emitidos 1.625 autos de infração, apreendidas 727 Carteiras Nacional de Habilitação recolhidas (CNH) e removidos 192 veículos. Atualmente, o valor da multa para quem dirigi embriagado é de R$ 1.915,40.

Em 2016, o Estado contabilizou 42 edições da operação “Lei Seca”. A quantidade é quase três vezes maior que as ações realizadas em todo ano de 2015. Até o fim deste ano, 18 municípios mato-grossenses serão contemplados com as ações integradas da operação, que tem a intenção de reduzir a violência no trânsito.

Na última sexta-feira, duas edições da operação “Lei Seca” foram deflagradas de forma simultânea no Estado, sendo uma em Cuiabá e outra em Jaciara (144 quilômetros, ao Sul de Cuiabá).

O resultado das duas ações foi a prisão de sete pessoas, 233 testes de alcoolemia realizados, 71 Autos de Infração de Trânsito lavrados, 33 Carteiras Nacional de Habilitação recolhidas (CNH), 105 veículos abordados e um veículo removido.

No momento do teste do bafômetro, o condutor que tiver índice de álcool no sangue superior a 0,34 miligramas por litro de ar expelido será preso, pagará multa, terá a CNH suspensa e responderá por crime. A pena é de detenção que varia entre seis meses a três anos. Quando a quantidade de álcool for abaixo de 0,33mg/l, o condutor é autuado, tem a CNH retida e paga multa. (JD)



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




18:07 Rodrigo Maia vem hoje a Cuiabá para discutir o FEX
18:06 Decreto indica prioridade dos pagamentos
18:04 Mauro Mendes decreta calamidade financeira
18:02 Revogada prisão de empresária que atropelou e matou jovem
18:01 Ex-jogador do União morre em acidente de trânsito


18:01 Mais de 160 agentes passam a atuar em unidades de MT
17:59 MT regista mais 39,7 mil casos de violência contra mulher em 2018
17:59 Preso trio envolvido em latrocínio no Consil
17:57 Após facilitar posse de arma, Bolsonaro prevê viabilizar porte a passos lentos
17:55 Pivetta defende pacote de Mauro
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018